Desvio de US$ 42 mi

Desvio de US$ 42 mi

postado em 18/12/2015 00:00
A Polícia Federal cumpriu ontem 5 mandados de busca e apreensão e quatro de prisão preventiva no âmbito da Operação Sangue Negro, que investiga o desvio de U$ 42 milhões da Petrobras num esquema envolvendo a holandesa SBM Offshore, construtora e operadora de plataformas de petróleo. Segundo a PF, os desvios começaram em 1977, durante o governo Fernando Henrique (PSDB).
De acordo com as investigações, a SBM fazia repasses a executivos da Petrobras em contas no exterior para manter negócios com a estatal. As propinas chegavam a 3% do valor dos contratos. Os mandados foram cumpridos no Rio de Janeiro, em Angra dos Reis (RJ) e em Curitiba. No total, 13 pessoas foram denunciadas à 3; Vara Federal Criminal do Rio, sendo sete estrangeiros.
Segundo a PF, a apuração começou antes, mas tem relação com a Operação Lava Jato. Dois mandados de prisão alcançaram pessoas já detidas na Lava Jato: o ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque, ligado ao PT, e o ex-diretor da Área Internacional Jorge Zelada, próximo ao vice-presidente Michel Temer (PMDB).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação