O que mudou

O que mudou

postado em 14/01/2016 00:00
Indicação da cirurgia

Como era

Pacientes com IMC maior que 35 e afetados por comorbidezes que ameacem a vida, tais como diabetes tipo 2, apneia do sono, hipertensão arterial, dislipidemia, doença coronária, osteo-artrites e outras.

Como ficou
Pacientes com IMC maior que 35 e afetados por comorbidezes que ameacem a vida, como: diabetes, apneia do sono, hipertensão arterial, dislipidemia, doenças cardiovasculares incluindo doença arterial coronariana, infarto de miorcárdio (IM), angina, insuficiência cardíaca congestiva (ICC), acidente vascular cerebral, hipertensão e fibrilação atrial, cardiomiopatia dilatada, cor pulmonale e síndrome de hipoventilação, asma grave não controlada, osteoartroses, hérnias discais, refluxo gastroesofageano com indicação cirúrgica, colecistopatia calculosa, pancreatites agudas de repetição, esteatose hepática, incontinência urinária de esforço na mulher, infertilidade masculina e feminina, disfunção erétil, síndrome dos ovários policísticos, veias varicosas e doença hemorroidária, hipertensão intracraniana idiopática (pseudotumor cerebri), estigmatização social e depressão.

Idade mínima

Como era

Maiores de 18 anos. Jovens entre 16 e 18 anos podiam ser operados, mas exigiam precauções especiais e o risco-benefício devia ser bem analisado.

Como ficou
Adolescentes com 16 anos completos e menores de 18 anos poderão ser operados, mas, além das exigências anteriores, um pediatra deve estar presente na equipe multiprofissional e tem de ser observada a consolidação das cartilagens das epífises de crescimento dos punhos. A cirurgia em menores de 18 anos é considerada experimental.

Cirurgias experimentais

Como era

Não havia essa previsão.

Como ficou
Qualquer cirurgia que não seja a banda gástrica ajustável, a gastrectomia vertical, derivação gastrojejunal e Y de Roux, a cirurgia de Scopinaro ou de ;switch duodenal;, são consideradas experimentais e não devem ser indicadas.

Fonte: Conselho Federal de Medicina




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação