Febraban libera TED

Febraban libera TED

postado em 14/01/2016 00:00

Mandar dinheiro de uma instituição financeira para outra ficará mais fácil a partir de amanhã. A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) eliminou a quantia mínima das transferências eletrônicas disponíveis (TEDs), que hoje é de R$ 250, o que permitirá que qualquer valor, envido no horário bancário, seja creditado no mesmo dia na conta do favorecido.


Criada em 2002 para tranferência de, no mínimo, R$ 5 milhões, a TED foi instituída com o novo Sistema de Pagamentos Brasileiros (SPB) e trouxe mais agilidade e segurança às transações bancárias. Segundo a Febraban, a modalidade sempre ofereceu vantagem em relação aos cheques e documentos de crédito (DOC), que só ficam disponíveis após compensação tradicional, que demora, pelo menos, um dia útil. Essas transferências passam pelo serviço de compensação de cheques e outros papéis (Compe) e podem ser devolvidas caso o cliente não tenha fundos. No caso do DOC, outra desvantagem é a de ter valor limitado a R$ 4.999,99.


As tarifas cobradas para a realização de TED variam de banco para banco, conforme a política comercial de cada um. Os preços estão disponíveis no Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros (STAR) da Federação Brasileira de Bancos.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação