Curtas

Curtas

postado em 21/01/2016 00:00
 (foto: Dimitar Dilkoff/AFP)
(foto: Dimitar Dilkoff/AFP)


; MACEDÔNIA
FRONTEIRAS FECHADAS




A Macedônia fechou sua fronteira com a Grécia aos refugiados que tentam chegar à Europa ocidental. Segundo constatou a agência de notícias France Presse, um porta-voz da polícia grega confirmou que a passagem está bloqueada desde terça-feira à noite, impedindo a entrada de aproximadamente 600 sírios, afegãos e iraquianos. De acordo com um oficial de polícia macedônio, a decisão de fechar a fronteira se deve à complicação causada para a circulação dos trens da companhia ferroviária da Eslovênia Slovenske Zeleznice (SZ). Entretanto, um porta-voz da companhia ferroviária eslovena disse à agência de notícias STA que, ;até agora, os migrantes têm viajado sem problemas;. A Sérvia informou que a partir desta quarta-feira só permitirá a entrada de migrantes que tenham a intenção de pedir asilo na Áustria ou na Alemanha. Na travessia pelo território sérvio, os migrantes têm enfrentado um frio rigoroso (foto), com falta de alimentos e refúgio.


; FRANÇA
MAIS ATOS RACISTAS


Dados da Delegação Interministerial de Luta contra o Racismo e o Antissemitismo (Dilcra) mostram que os franceses estão mais intolerantes, sobretudo com muçulmanos, depois que Paris foi alvo de dois ataque terroristas no ano passado. Segund relatório divulgado ontem, os atos racistas, antissemitas e islamofóbicos tiveram um forte aumento de 22% em 2015 no país. No total, foram registradas no ano passado no país 2.032 queixas relativas , de acordo com a Dilcra. Os atos antimuçulmanos (429, incluindo 124 ações e 305 ameaças) mais do que triplicaram. Quanto aos atos antissemitas, que haviam atingido um pico em 2014 em repercussão ao conflito entre Israel e o Hamas na Faixa de Gaza, caíram ligeiramente (- 5,3%), mas permanecem a um nível elevado (207 atos, 599 ameaças). ; Esse é um desafio para toda a sociedade francesa;, considerou o diretor da Dilcra, Gilles Clavreul.


; REINO UNIDO
DENÚNCIA DE ABUSOS


O ministério britânico do Interior britânico vai investigar denúncias apresentadas por requerentes de asilo, que afirmam ser alvo de abusos porque as portas dos alojamentos em que moram são facilmente identificáveis ; pintadas de vermelho. O anúncio acontece após uma investigação do jornal The Times em propriedades administradas pela Jomast, uma empresa subcontratada da G4S, que oferece hospedagem aos demandantes de asilo da cidade de Middlesbrough (nordeste). Os denunciantes afirmam ter sido alvo de insultos e ataques, além de terem as portas de suas casas pintadas com símbolos da extrema direita. ;Estou profundamente preocupado por esse assunto e encarreguei funcionários do ministério uma investigação urgente;, disse o secretário de Estado de Imigração, James Brokenshire. O jornal The Times identificou 168 propriedades administradas pela Jomast e 155 delas tinham as portas vermelhas.


; ISRAEL
HEZBOLLAH INTERCEPTADO


O exército israelense anunciou ontem que desmantelou na Cisjordânia ocupada uma célula de cinco palestinos vinculados ao movimento xiita libanês Hezbollah. Segundo os militares, o grupo pretendia cometer um atentado. De acordo com Shin Beth, serviço de segurança interno de Israel, o líder da célula, Mahmud Zaalul, residente na cidade de Tulkarem (norte da Cisjordânia), recebia ordens de Jawad Nasrallah, filho do líder do Hezbollah, Hasan Nasrallah, que o teria recrutado pela internet. ;A célula estava radicada em Tulkarem e preparava um ataque armado (...) Havia recebido instruções e conselhos de outro membro do Hezbollah sobre a execução de ataques terroristas com explosivos, o treinamento para atentados suicidas, a obtenção de informações sobre as forças de segurança e compra de armas;, destacou um comunicado. O comandante do Estado-Maior israelense, Gadi Eisenkot, declarou recentemente que o Hezbollah é a ;ameaça mais séria; para o Estado de Israel.


; INGLATERRA
CONFUSÃO EXPLOSIVA


Uma troca de palavras numa redação escolar deixou em alerta a polícia do condado de Lancashire, no noroeste da Inglaterra. Segundo a BBC, um menino muçulmano de 10 anos cometeu um erro e escreveu que residia em uma terraced house, tipo de casa alinhada e típica do Reino Unido, mas acabou grafando terrorist house. Pelo engano, o menino foi interrogado pela polícia britânica, que também examinou o computador de seus pais, que agora buscam reparação. Diante do que foi escrito pelo aluno, os professores acionaram a polícia, como são obrigados por uma nova lei antiterrorista. A família do menino exigiu um pedido de desculpas da escola. Uma prima, que não foi identificada pela BBC para proteger o garoto, disse que ele está assustado. ;Não deveriam ter feito uma criança passar por isto. Agora está com medo de escrever, de usar sua imaginação;, disse.


; VATICANO
COM A BÊNÇÃO DO PAPA


O papa Francisco ofereceu hospedagem em uma instituição da Santa Sé a uma mulher indigente que deu à luz na rua, perto da basílica de São Pedro, na madrugada de ontem. ;A mãe e o bebê estão bem. Foram ajudados primeiro pela polícia (...) e levadas ao hospital, onde o arcebispo Conrad Krajevski, foi visitá-los e oferecer-lhes, em nome do pontífice, que sejam hóspedes por um ano da casa para mães solteiras do Vaticano;, relatou o porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi. A casa para mães solteiras, no bairro romano de Primavalle, é gerida por religiosas de Madre Teresa. A mulher deu a luz na rua, no início da madrugada, sob uma temperatura de menos um grau e com a ajuda de uma policial que patrulhava a região. Muitos necessitados vivem nas proximidades do Vaticano, graças ao aumento da assistência oferecida por Francisco desde o início de seu pontificado, há quase três anos.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação