Sr. Redator

Sr. Redator

Cartas ao Sr. Redator devem ter no máximo 10 linhas e incluir nome e endereço completo, fotocópia de identidade e telefone para contato. E-mail: sredat.df@dabr.com.br

postado em 17/02/2016 00:00
Aedes
Pode colocar todo o contingente militar nas ruas para combater Aedes aegypti que as operações não terão o êxito desejado. O mosquito será o vencedor da guerra. Para liquidar o inseto é importante que cada pessoa tenha responsabilidade com o ambiente em que vive. Tenha preocupação em fazer o descarte correto do lixo que produz. Os lixões às margens de rodovias, em áreas não urbanizadas e em vários locais inadequados são resultado da falta de educação das pessoas e da limitada capacidade de coleta dos rejeitos pelo serviço de limpeza urbana. Além disso, o Estado tem que ser mais agressivo nas campanhas de alerta à população e eficiente nas ações de saneamento básico. É muito difícil ao cidadão ter preocupação ambiental quando o esgoto a céu aberto passa diante do portão de casa. Ele não vai conseguir entender a mensagem que o poder público tenta transmitir. Se o governo quer, efetivamente, erradicar o mosquito no país precisa agir com rapidez para compensar as décadas de inércia.
; Helmir Duarte,
Octogonal


Mobilização

Notáveis as reportagens sobre o a mobilização das Forças Armadas para combater o mosquito transmissor das febres. A iniciativa está de parabéns. Todavia, uma curiosidade chama atenção. Por que o partido que está no poder não convocou também para a tarefa os sindicatos pendurados em gordas verbas federais, os sindicalistas promotores de grandes manifestações e o chamado exército de Stédile do MST? Pelo menos uns 220 mil. Seria uma boa oportunidade para mostrar serviço à pátria.
; Severiano Torres Bandeira,
Lago Norte


Combustível

Difícil compreender a intervenção federal na rede Cascol. A escolha do interventor será entre os nomes oferecidos pela empresa, que se comportou como organização criminosa ao liderar o cartel dos postos de combustíveis no DF. Então, como pode essa organização indicar o interventor? Logicamente, a Cascol indicará alguém para defender e resguardar seus interesses. Sabe-se que tais interesses são contrários aos dos consumidores. Desde que o cartel foi supostamente desmontado não vimos nenhum efeito prático. Os preços do litro da gasolina ou do álcool são os mesmos na maioria das unidades de revenda. Tem horas emque pensamos que todas as providências não passaram de pirotecnia para inglês ver.
; Evaristo Morais,
Taguatinga


Migração

Políticos de outras unidades da Federação querem fincar âncora no DF para disputar vagas no Congresso Nacional. Se eles não conseguem ter votos na terra natal é porque boa coisa não fizeram. É vergonhoso que o Distrito Federal se apresente como terra fértil para proliferar esse tipo de político. Mas não à toa ocorre essa danosa migração. Basta um olhar mais atento para as bancadas federal e distrital. Não é brincadeira. O nível é muito rasteiro, com raríssimas e honrosas exceções. A Câmara Legislativa sequer precisa de comentários. Com altíssimo índice de leis inconstitucionais e participação marcante em vários escândalos, o Legislativo distrital é exemplo a não ser seguido. Na bancada federal, há bom número de deputados associado ao que há de mais atrasado. Como se vê, os rejeitados pelos eleitores já perceberam que é fácil chegar e se eleger pelo DF.
; Humberto Cabalar,
Lago Norte






Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação