Para aproveitar bem

Para aproveitar bem

postado em 02/03/2016 00:00
 (foto: Juliana A. Saad/Divulgação - 15/10/12 )
(foto: Juliana A. Saad/Divulgação - 15/10/12 )

Dia 1
10h ; City Tour. Visita ao distrito internacional a bordo de um Trolley da época. A viagem de 75 minutos percorre o bairro internacional onde se encontram os edifícios das ONGs e organismos internacionais e mostra como a cidade se tornou um lugar de encontro entre as diferentes nações do mundo. O preço do bilhete é 25 euros, mas a passagem é grátis com o ;Geneva Card;.


12h ; Museu da Cruz Vermelha. A cidade que viu nascer a ONG mais conhecida do mundo é hoje a sede do seu museu. É possível fazer uma visita para conhecer o trabalho. A entrada é gratuita com o Geneva Card. No local, há um pequeno restaurante com preços acessíveis (para a Suíça), uma boa vista e um terraço ao ar livre para curtir o dia, se o clima permitir.


14h ; Visita à Catedral de São Pedro. Situada no centro histórico, a entrada é gratuita e aqueles que tenham o Geneva Card são autorizados a subir as torres sem pagar. Do alto, se tem algumas das melhores vistas panorâmicas da cidade e do Lago Lemán. No subsolo, há um museu com restos mortais dos romanos que fundaram a cidade.


15h ; Cruzeiro pela costa de Genebra. A empresa CGN oferece um cruzeiro com uma hora de duração que permite visitas panorâmicas da cidade desde o Lago Lemán a bordo do barco Vevey. A saída é na estação Mont Blanc. Os horários variam (consultar em http:/www.cgn.ch/). O preço é de 19 francos suíços, mas é grátis para quem possui o ;Geneva Card;.


Dia 2
10h ; Visita ao Centro Europeu de Investigação Nuclear (Cern), onde está o acelerador de partículas. Fica a 20 minutos (de trem) da estação central de Genebra, e é um dos mais avançados do mundo. Criado após a Segunda Guerra Mundial como local de cooperação científica entre os países, registrou muitos dos grandes avanços científicos do século. No Cern, foi inventada a internet.


13h ; No centro histórico, uma boa opção é visitar o Museu da Reforma. A cidade foi o local onde Calvino recebeu muitos refugiados europeus durante as guerras religiosas. Na mesma área, visite a Casa-Museu de Rosseau e a Maison Tavel, que conta a história da cidade. Tudo grátis com o Geneva Card que inclui uma visita guiada, a pé, aos sábados às 10h.


14h30 ; Museu Patek Philippe e Cité du Temps. Genebra é um centro mundial da relojoaria. O Museu da empresa Patek Philippe pode ser visitado gratuitamente com o cartão Geneva Card. Em Cité du Temps, a marca Swatch oferece uma exposição de todos os seus relógios, desde a sua criação nos anos 1980.


16h ; Visitar o Museu do Edifício da Organização das Nações Unidas (ONU) é uma obrigação. São 10 euros e tem que apresentar o passaporte. As visitas são guiadas e contam a história da instituição, incluindo a famosa sala dos Murais de Sert, a Sala dos Direitos Humanos e da Aliança das Civilizações da ONU, de Barceló.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação