Moderna metrópole

Moderna metrópole

postado em 27/04/2016 00:00
 (foto: Guilherme Paranaiba/EM/D.A Press)
(foto: Guilherme Paranaiba/EM/D.A Press)

Poucos lugares são tão identificados por uma obra da engenharia humana como a Cidade do Panamá. Considerado uma das sete maravilhas do mundo moderno, segundo a Sociedade Americana de Engenheiros Civis, o Canal do Panamá é, sem dúvida, uma das principais atrações turísticas da capital do país. Mas a ;Dubai latino-americana;, como os panamenhos gostam de dizer, vai muito além disso.

Uma das mais antigas cidades das Américas, fundada em 1519, guarda muita história. Já foi destroçada por um pirata, reconstruída, governada por uma ditadura militar, ocupada pelos Estados Unidos... Agregando valor a seu movimentado passado, a capital do Panamá é considerada a mais cosmopolita cidade da América Central, importante centro de negócios, com construções imponentes, hotéis cinco estrelas, shoppings gigantescos, vida noturna agitada, cassinos e bares e restaurantes de altíssima qualidade. E, mesmo em tempos de alta do dólar, é um ótimo local para compras, principalmente de vestuário, perfumes e eletrônicos.

Altura
Um bom ponto de partida para conhecer a Cidade do Panamá é visitar o Cerro Ancón, ponto mais alto da cidade (199 metros), com belo mirante, de onde se avistam de modernos arranha-céus ao Centro Histórico. Também é possível ver a Ponte das Américas, que vai do Oceano Pacífico, que banha a capital, ao canal. Do alto do morro, uma bandeira do país permanece hasteada (é trocada a cada três meses), para celebrar a restituição do canal ao governo panamenho. A vista é tão privilegiada que o corsário galês Henry Morgan, antes de atacar a cidade e destruir boa parte dela, em 1671, subiu o Cerro Ancón para observar as defesas locais. Não deixe de conhecer Guna Yala, de águas cristalinas típicas do Mar do Caribe. (GP)



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação