Investimento em queda

Investimento em queda

postado em 16/06/2016 00:00

Santiago ; O Investimento Estrangeiro Direto (IED) na América Latina caiu 9,1% em 2015, totalizando US$ 179,1 bilhões, o nível mais baixo desde 2010. O Brasil foi um dos países que mais sofreu com a desconfiança dos investidores, apresentando uma retração de 23% no ingresso desse tipo de capital, que é direcionado ao setor produtivo. Em contraste, o México teve um incremento de 18%.

Os dados foram divulgados ontem pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal). Para 2016, a entidade prevê nova queda, da ordem de 8%, dos investimentos estrangeiros na região.

O recuo observado em 2015, segundo a Cepal, foi provocado por menores investimentos nas áreas de petróleo e mineração, e pela crise no Brasil, cuja economia recuou 3,8% no ano passado. Apesar disso, o país manteve posição de maior receptor de investimentos na região, com um total de US$ 75 bilhões.

Fusões


A queda registrada em 2015 na América Latina e no Caribe vai na contramão do dinamismo observado em nível global. No ano passado, os fluxos mundiais de IED aumentaram 36%, chegando a um valor estimado de US$ 1,7 trilhão. O movimento foi impulsionado por uma intensa onda de fusões e aquisições de empresas nos países desenvolvidos, em particular nos Estados Unidos.

Na Argentina, as entradas de IED subiram 130%, chegando a US$ 11,655 bilhões. A alta se explica porque em 2014 foi contabilizada a nacionalização de 51% da petroleira YPF, realizada em 2012. A operação significou um desinvestimento de cerca de US$ 6 bilhões em 2014, reduzindo a base de comparação com 2015.

Para o México, o segundo maior receptor, as entradas de investimentos diretos cresceram 18%, alcançando US$ 30,285 milhões no ano passado. Foi o nível mais alto em sete anos. Os recursos se concentraram na indústria automobilística e nas telecomunicações.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação