Timão atropela a CBF

Timão atropela a CBF

postado em 16/06/2016 00:00


Pela quarta vez, em 18 anos, a CBF tirou um técnico do Corinthians para assumir a Seleção. Depois de Luxemburgo (1998), Parreira (2003) e Mano (2010), foi a vez de o sim de Tite detonar a guerra entre o clube e a CBF.

Revoltado com a saída do treinador mais vitorioso da história do time paulista, o presidente, Roberto de Andrade, atropelou a entidade máxima do futebol e revelou que estava fechado com Del Nero. Com ele, vão para a Seleção o auxiliar, Cleber Xavier; o filho, Matheus Bacchi; o preparador físico Marcelo Fábio Mahseredjian e o ex-gerente alvinegro Edu Gaspar, campeão da Copa América de 2004 e da Copa das Confederações em 2005 como volante.

Roberto de Andrade acusa a CBF de não tê-lo comunicado sobre a negociação. ;Não recebi nenhum telefonema. Merecíamos um pouco mais de respeito. Hoje (quarta) ele (Del Nero) tentou falar comigo depois de tudo resolvido. A partir de hoje, não conto mais com a CBF para nada. O Tite merece a Seleção, mas a CBF não merece o Tite.;

A CBF escalou o secretário-geral, Walter Feldman, para gerenciar a crise. ;A partir das 9h40m (desta quarta-feira), o presidente inciou seu esforço de contato com o presidente do Corinthians. Sugeri encontro pessoal. Enviei até e-mail, seguimos os procedimentos éticos;, explicou Feldman, revelando que, hoje, Tite e Del Nero vão assinar o contrato.

O secretário também comentou o fato de Tite ter assinado manifesto pela renúncia de Del Nero. ;Está no passado. O Tite, naquele momento, pode até ter concordado com aquilo, mas não quer dizer que ele não tenha mudado de opinião. Há uma carga política hoje no futebol que dificulta as coisas;.

Rogério Micale

Tite não aceitou assumir a Seleção Olímpica. Rogério Micale comandará o time Sub-23, que terá entre os três medalhões acima da idade Neymar e Douglas Costa, liberados por Barcelona e Bayern de Munique. A primeira tarefa de Micale foi cumprir uma exigência da Fifa: encaminhar uma pré-lista com 35 nomes de jogadores e 12 integrantes da comissão técnica. A convocação final de 18 nomes está marcada para o próximo dia 29. A lista com 35 foi enviada pouco antes das 19h de ontem, mas a CBF não quis informar os pré-convocados.

Rogério Micale, 47 anos, é bem cotado na CBF e se notabilizou por bons trabalhos nas categorias de base. Desde que começou a carreira, em 1999, passou por nove clubes, sempre comandando times sub-20 ; em 2008, Rogério Micale teve uma breve passagem como interino da equipe principal do Figueirense. O técnico tem um estilo agregador e foi vice-campeão mundial sub-20 no ano passado, ao perder a final para a Sérvia, na Nova Zelândia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação