Bebidas quentes podem causar câncer de esôfago

Bebidas quentes podem causar câncer de esôfago

postado em 16/06/2016 00:00
Um relatório divulgado ontem pela Organização Mundial da Saúde (OMS) mostra que o consumo de bebidas quentes, como chá, chimarrão e café, pode desencadear o câncer de esôfago. A instituição avaliou mais de mil estudos sobre a ingestão de líquidos em alta temperatura, acima de 65;C, e taxas do tumor em diversos países para fazer o alerta, publicado na última edição da revista The Lancet Oncology. Os estudiosos não chegaram a uma quantidade limite de ingestão para o surgimento do carcinoma, mas alertaram que mudanças de hábitos nutricionais podem evitar uma doença responsável por 5% de todas as mortes por câncer.

;Fumar e beber álcool são as principais causas de cancro esofágico, particularmente em parcelas com alta renda;, declarou Christopher Wild, diretor da Agência Internacional de Investigação do Câncer (IARC, em inglês), que faz parte da OMS. ;Estudos feitos na China, no Irã, na Turquia e na América do Sul, onde tradicionalmente se bebe chá muito quente, com em média 70;C, mostraram números altos de casos de câncer de esôfago;, complementou o também autor da pesquisa.

Os investigadores explicaram, no relatório, que bebidas com 65;C ou mais poderiam danificar os tecidos do trato digestivo, provocando o tumor. As conclusões foram reforçadas por resultados em experimentos com ratos. Alimentados por água muito quente, os roedores também apresentaram tendência a desenvolverem tumores no esôfago. ;Esses resultados sugerem que a ingestão de bebidas muito quentes pode ser a causa de câncer de esôfago pela sua temperatura, em vez da própria bebida, que até então parecia ser a responsável;, completou Wild.

Na revisão, os pesquisadores também decidiram retirar o café da lista de causadores do câncer de bexiga. Eles explicaram que, na análise dos mais de mil trabalhos científicos, também foi possível reforçar que a bebida não causa efeitos cancerígenos na próstata, nas mamas e no pâncreas, além de diminuir o risco de tumores no fígado e no endométrio. O café esteve presente na lista de alimentos com potencial cancerígeno por 25 anos, mesmo com estudos indicando os benefícios causados pela ingestão da bebida.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação