Reforço que é uma incógnita

Reforço que é uma incógnita

VÍTOR DE MORAES
postado em 17/06/2016 00:00
 (foto: Murilo Amadei/LSB)
(foto: Murilo Amadei/LSB)


Ao contrário das últimas temporadas, o UniCeub/BRB começou a se movimentar mais cedo. Na semana do fim do Novo Basquete Brasil (NBB), o time brasiliense renovou com a joia Deryk Ramos, por duas temporadas; contratou o ala-pivô Lucas Mariano, ex-Mogi; e, ontem, confirmou a chegada do pivô Fab Melo, ex-Liga Sorocabana.

Esse último reforço é uma incógnita. A carreira de Fab Melo, 25 anos, teve altos e, recentemente, baixos. O mineiro de Juiz de Fora atuou no NBB pela primeira vez na última temporada, pela frágil Liga Sorocabana. Ele disputou 18 partidas e esteve em quadra por 22 minutos, em média. Nesse tempo, fez 11 pontos e pegou 5,5 rebotes por jogo.

Melo competiu no basquete universitário por Syracuse antes de ser escolhido pelo Boston Celtics, em 2012. Em Boston, o pivô pouco atuava e foi aproveitado na liga de desenvolvimento da NBA, a D-League. O Memphis Grizzlies tentou resgatar o brasileiro. A ideia não deu certo. Ele parou no Dallas. Mais uma vez, acabou indo para a D-League. Em 2014, voltou para o Brasil, contratado pelo Paulistano. Problemas de bastidores, entretanto, impediram a permanência do jogador em São Paulo, e ele ;sumiu; até ser contratado pela equipe de Sorocaba.

Com a saída de André Coimbra, Fab Melo chega para tomar conta do garrafão brasiliense. ;É um pivô na posição cinco, que a gente procurava após a saída do Coimbra. Tem um currículo muito bom, uma defesa muito forte, foi eleito o melhor defensor da liga de basquete universitário quando jogou nos Estados Unidos;, justifica o diretor técnico do UniCeub/BRB, José Carlos Vidal.

No ano passado, Melo foi alvo de fúria por parte de fãs da NBA e do basquete universitário. O pivô se tornou personagem de investigação. Quando atuava por Syracuse, acumulou notas baixas. Lá, quem não estuda não joga. Descobriu-se que a universidade alterou as notas dele. O brasileiro sofreu uma enxurrada de críticas e xingamentos nas redes sociais.

Brasil completo

Rafael Mineiro, Olivinha e JP Batista, do Flamengo, e Léo Meindl e Jefferson William, do Bauru, se apresentaram à Seleção Brasileira. Assim, a equipe está completa para a disputa do Campeonato Sul-Americano, marcado para 26 de junho a 2 de julho, na cidade de Caracas, na Venezuela. O time verde-amarelo está no Grupo A e vai enfrentar, na fase de classificação, Equador (27 de junho), Paraguai (28), Bolívia (29) e Venezuela (30).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação