Poesia em cena

Poesia em cena

Isabella de Andrade Especial para o Correio
postado em 17/06/2016 00:00
 (foto: Joelma Bomfim/Divulgação)
(foto: Joelma Bomfim/Divulgação)



O clima intimista e aconchegante da peça Cora dentro de mim leva ao público as memórias, emoções e palavras escritas e vividas pela poetisa Cora Coralina.

Com roteiro assinado e interpretado por Lilia Diniz e direção feita pelo também poeta Adeilton Lima, a peça é carregada de cheiros, objetos de cena e cenário prontos para recriar a atmosfera de Cora Coralina.

Lilia afirma que Cora é uma referência para pesquisa, deleite e novos aprendizados a cada releitura: ;Ela fala de costumes, é historiadora, poeta, contista, mulher, anciã e menina mulher. Gosto de pensá-la como rapadura: doce para as necessidades do espírito e dura com o que precisa ser denunciado.;

Diniz assume no palco uma contadora de histórias. Cabe ao público visualizar em seu corpo, no seu gestual e no texto interpretado, qual Cora cada um gostaria de ver.

Serviço
Cora dentro de mim
Centro de Convenções Ulysses Guimarães Sala Águas Claras. Domingo, às 17h. Ingressos: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 99957-2919.

Carnaval o ano todo
Isabella de Andrade
Especial para o Correio
Assim como convidados de um baile em casa, os espectadores de Carnaval de kitinete são levados ao apartamento da peça-performance. O local, além de palco, é transformado em galeria e espaço de experimentação.

Na casa galeria, além da apresentação do ator Leonardo Shamah, será possível encontrar obras de Raquel Nava, Wallace Deo, Lucas Gehre e outros.

;O público pode mexer, ler livros, é uma visita mesmo. A gente ganhou o prêmio Miria Muniz de espetáculo em 2013 e queríamos investigar a montagem de espetáculos dentro de um espaço pequeno e residencial;, afirma Shamah.

O ator conta que a companhia de teatro Andaime, da qual faz parte, já costuma se apresentar em espaços alternativos da cidade. A apresentação de Carnaval de kitinete terá a duração de seis horas, sendo que o público fica livre para entrar e sair quando tiver vontade.

Serviço
Carnaval de kitinete

Hoje, das 18h à 0h. Local secreto e disponibilizado pelo e-mail carnavaldekitinete@gmail.com. Ingressos: Colaboração espontânea a partir de R$ 20. Não recomendado para menores de18 anos. Informações:
98469-5797 e 98177-6218.

ROTEIRO
Cubania, um corazón revolucionario
Teatro dos Bancários (314/315 Sul, bl A, Asa Sul)
Hoje e amanhã, às 20h30, e domingo, às 19h. Inspirado nos textos do escritor cubano Nicolás Guillén, o espetáculo Cubanía traz a palco o grande ator brasiliense Tullio Guimarães, que, com maestria, conduz atores, músicos e dançarinos nessa homenagem a Cuba, transportando o público a uma vivência do ritmo, da sensualidade e da força do povo cubano.Entrada: R$ 30 e R$ 15 (meia). Classificação indicativa livre.

Mary Stuart
Teatro da Caixa (SBS Q. 4 Lotes 3/4)
Hoje, às 19h e amanhã, às 20h. O espetáculo é inspirado em vários textos escritos por Mary Stuart, rainha da Escócia, entre 1542 e 1567. Entrada: R$ 20 e R$ 10 (meia). Não recomendado para menores de 16 anos.

O milagre do santo novo
Espaço Cena (CLN 205, Asa Norte)
Hoje e amanhã, às 21h e domingo às 20h. Inspirado na música Mané Tibiraçá, de Moreninho, é um mergulho épico nos processos de aparecimento de imagens e lugares que se transformam em centro de peregrinação no Brasil. Entrada: R$ 40 e R$ 20 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos. Informações: 91316868

Quando o coração transborda
Sala Conchita de Moraes Setor de Diversões Sul, Prédio FBT (Teatro Dulcina)
Amanhã e domingo, às 20h. Por que fazer teatro? Para quem? Quais as consequências para a vida de quem escolhe o teatro como profissão? Essas são algumas das perguntas que a atriz e diretora Maíra Oliveira vem se fazendo há alguns anos. Entrada: R$ 30 e R$ 15 (meia). Não recomendado para menores de 14 anos.

Vozes dissonantes
Teatro da Caixa (SBS Qd. 4 lts. 3/4)
Hoje, às 20h. O espetáculo fala sobre os rebeldes brasileiros que levantaram as vozes contra ordens oficiais ao longo de cinco séculos de história do país. Entrada: R$ 20 e R$ 10 (meia). Não recomendado para menores de 16 anos.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação