Reitor e Buriti garantem investigação

Reitor e Buriti garantem investigação

postado em 19/06/2016 00:00
 (foto: Midia Ninja/Reprodução)
(foto: Midia Ninja/Reprodução)

A reitoria garantiu que investigará a atuação do grupo no Minhocão. A equipe de segurança chegou a acionar a Polícia Militar, porém, ao chegar no local, a confusão já havia sido dispersada. ;Não podemos admitir nenhum ato como esse. A universidade dever ser um ambiente para diversidade de pensamento. Isso inclui a defesa do posicionamento, mas como um debate claro. Qualquer tipo de violência como ocorreu é repudiada pela instituição;, afirmou o reitor da UnB, professor Ivan Camargo. Ao longo da semana, a Decana de Assuntos Comunitários continuará coletando depoimentos de funcionários e alunos que estavam no ICC no momento das agressões verbais. A Polícia Federal será acionada somente se algum aluno fizer algum pedido formal junto à instituição de ensino.

O governador do DF, Rodrigo Rollemberg (PSB), também manifestou revolta com a situação em uma página na internet. ;Determinei à Polícia Civil que apure os casos recentes de ataques a estudantes da UnB com especial atenção. Nosso governo está em sintonia com a sociedade de Brasília, que não aceita atos de intolerância e ódio;, afirmou. Quem cuidará do caso é a Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual , ou contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin).

O Diretório Central dos Estudantes (DCE) repudiou a agressão aos alunos da instituição. ;A manifestação foi exagerada e completamente inadequada para o ambiente universitário. Eu estava no ICC e vi o momento em que alguns alunos pediram para diminuírem o barulho. Foi quando começaram as agressões verbais. Não acreditei que aquilo estava ocorrendo dentro da universidade;, lembra o presidente do DCE, Gabriel Bertoni. Segundo ele, nenhuma das pessoas envolvidas foram identificadas como alunos da UnB. ;O DCE condena essa atitude veementemente, independente do posicionamento político de cada um, o respeito e a liberdade de expressão devem prevalecer;, declarou.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação