De um lado do muro

De um lado do muro

No espetáculo Você volta amanhã? Cia. Trabalhe essa Ideia apresenta duas visões para os mesmos fatos. Plateia ficará dividida em dois grupos para assistir ao espetáculo

Isabella de Andrade Especial para o Correio
postado em 24/06/2016 00:00
 (foto: Gabriel Marques/DivulgaçÃo)
(foto: Gabriel Marques/DivulgaçÃo)






Um muro divide o palco de Você volta amanhã?, primeiro espetáculo teatral adulto da trupe Trabalhe essa Ideia. O diretor Edson Duavy lança uma provocação à plateia: Em um mundo cheio de regras, será que uma grande parede pode impedir os sentimentos básicos de um humano?

Inspirado livremente no texto Mãe, onde dormem as pessoas marrons?, de Eliane Brum, o espetáculo busca explorar discussões sobre segregação de classes, com foco no crescimento de uma amizade.

A atriz Paula Hesket, que atua na peça com Renata Bittencourt, conta que o processo de criação se iniciou com exercícios para que os sentidos de cada intérprete fossem individualmente aflorados. Depois dessa etapa e de exercícios com os olhos vendados, as atrizes já iniciaram os ensaios com o muro.

;Claro que a história é a mesma, mas o jeito que as personagens a vivem e o local em que cada uma se encontra criam as diferenças. Assim como o estímulo recebido em cada lado da plateia, e suas percepções mudam;, reflete Hesket.

O espetáculo conta a história de duas meninas que vivem em mundos diferentes e acabam se encontrando de alguma maneira, criando uma amizade, mesmo que um muro as separe. O público será conduzido a escolher em qual lado pretende assistir ao espetáculo e essa interatividade será essencial para o entendimento pessoal e sensorial da peça, dialogando diretamente com o título: Você volta amanhã?

SERVIÇO
Você volta amanhã?
Espetáculo com a Cia. Trabalhe essa Ideia. Teatro Goldoni (208/209 Sul; Hoje e amanhã, às 21h; e domingo às 20h. Ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia) para um dia; e R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) para os dois dias, em lados diferentes. Não recomendado para menores de 14 anos.

60 minutos
Tempo de duração da peça


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação