"Encontros bilaterais e parcerias"

"Encontros bilaterais e parcerias"

postado em 07/10/2016 00:00


Questionado pelo Correio sobre os interesses do Ministério do Esporte em enviar uma delegação ao Campeonato Mundial de Ciclismo de Estrada, o órgão respondeu, por meio de assessoria de imprensa, que, depois da realização da Copa do Mundo e dos Jogos Olímpicos, ;o Brasil se tornou referência às nações que têm de cumprir essas missões nos próximos anos;.

Ainda segundo a nota, o ministro Leonardo Picciani terá, em Doha, ;encontros bilaterais para cooperação técnica e troca de experiências na organização da Copa do Mundo;, pois o Catar sediará o Mundial de 2022. ;Além disso, negociará parcerias para investimento no esporte de base no Brasil e no hipismo, para aproveitamento do Centro Nacional de Hipismo, em Deodoro. Ainda em Doha, o ministro terá encontro com o presidente da União Ciclística Internacional, Brian Cookson. O objetivo é garantir a utilização do Velódromo Olímpico, erguido no Rio de Janeiro, em competições internacionais de ciclismo de pista;, prosseguiu.

Na quarta-feira, em audiência na Câmara dos Deputados, Picciani citou o exemplo britânico ao falar da necessidade de se aproveitarem as instalações dos Jogos do Rio. ;A Grã-Bretanha, que ficou atrás da gente no quadro de medalhas em 1996, e agora foi segunda colocada, criou centros específicos de treinamento. Tinha resultados muito baixos no ciclismo e, a partir do velódromo de Manchester, virou a maior potência da modalidade;, argumentou.

Os oito servidores escalados para acompanhar a viagem ;participarão das discussões e farão assessoria técnica ao ministro para celebração de acordos e parcerias;, de acordo com a nota do Ministério do Esporte.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação