Grita geral

Grita geral

grita.df@dabr.com.br (cartas: SIG, Quadra 2, Lote 340 / CEP 70.610-901)

postado em 15/10/2016 00:00
 (foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)


Asa Norte
LIXO ACUMULADO


A leitora Rosaliz Fontenele entrou em contato com a equipe do Correio pelo WhatsApp (99256-3846) para relatar a quantidade considerável de lixo existente na 105 Norte, em frente ao bloco B. Segundo ela, sacos e caixas estão jogados na calçada e no gramado e até o momento, nada foi resolvido. ;Precisamos reclamar para os responsáveis tomarem as devidas providências. Questiono os moradores, porque não sei se aqui é local adequado. Mas questiono o SLU sobre as coletas;, diz.

; O SLU enviará um técnico para averiguar a situação do local e providenciar a limpeza da área. O órgão pede a colaboração da comunidade na manutenção da limpeza dos espaços públicos e privados, evitando despejar resíduos em locais inadequados e observando o dia e o turno da coleta na região. Caso o caminhão de coleta não passe, o morador deve recolher os sacos de lixo e disponibilizá-los para a próxima coleta e jamais jogá-los em áreas públicas e terrenos baldios. No caso de entulhos, pneus, restos de árvores ou galhos, móveis ou resíduos volumosos, o SLU orienta a população que contrate uma empresa ou o serviço que garanta a disposição final adequada desses resíduos no Aterro Controlado do Jóquei, localizado na Cidade Estrutural. A Agefis esclarece que enviará inspetor de limpeza pública à 105 Norte.




Lago Norte
POLUIÇÃO SONORA


Mauriles Meneguin entrou em contato com a equipe do Grita Geral pelo e-mail (cbconsumidor@gmail.com) para relatar os problemas na QI 2, conjunto 8, do Lago Norte. ;Os moradores perderam o sossego em virtude do barulho provocado pelas grades colocadas nos pisos das pistas que dão acesso ao posto de combustível situado na EPPN, do canteiro central da QI 2. O barulho é grande toda vez que um veículo entra ou sai do posto;. Mauriles pede providências para solucionar o problema.

; O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) informa que denúncias devem ser protocoladas na Ouvidoria do governo de Brasília por meio do link http:/www.ibram.df.gov.br/ouvidoria ou do telefone 162. Após o registro, o cidadão poderá acompanhar o andamento da sua demanda e receber um retorno do(s) órgão(s) competente(s).




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação