O vaivém das falas de Moraes

O vaivém das falas de Moraes

Ministro afirma que Plano Nacional de Segurança está na fase de ajustes, depois de sinalizar que seria lançado amanhã

JULIA CHAIB
postado em 18/10/2016 00:00
O ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, disse que o governo prepara os ajustes finais ao Plano Nacional de Segurança, que deverá ser lançado no próximo mês, e terá uma reunião na quarta-feira para tratar do assunto. Inicialmente, em mais uma fala controversa na tarde de ontem, Moraes indicou que o plano seria lançado amanhã. Mais tarde, porém, o Ministério da Justiça publicou uma nota, e o próprio ministro esclareceu que será apresentada, na verdade, uma minuta em uma reunião interna.

;Vamos apresentar a última minuta desse programa de combate a homicídios, tráfico de armas e tráfico de drogas para que possamos dar resposta efetiva à criminalidade organizada;, disse Moraes, no Rio de Janeiro, após participar da posse do novo secretário de Segurança do estado, o delegado da Polícia Federal Roberto Sá. Depois de se reunir com o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, Moraes afirmou que o encontro, pré-agendado, será com um núcleo de segurança e um de criminalidade organizada, criados em maio.

Fazem parte do grupo quatro secretários de Segurança Pública, quatro procuradores de Justiça, um integrante do Ministério Público Federal e um do Conselho Nacional do Ministério Público. ;Eles vão analisar essas propostas e dar outras propostas para que possamos fechar o Plano Nacional de Segurança Pública em, no máximo, em uma semana;, disse.

Moraes participou ontem de reunião com Padilha, com o senador Romero Jucá (PMDB-RR); e a ex-mulher do parlamentar e prefeita eleita de Roraima, Teresa Surita (PMDB), sobre a situação de refugiados venezuelanos na capital Boa Vista. Segundo Padilha, o fluxo de migrantes do país vizinho à cidade tem causado sobrecarga ao sistema. ;Vamos levantar todos os dados migratórios e condições de saúde;, disse.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação