>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

postado em 18/10/2016 00:00


Menino morre enforcado ao
participar de jogo pela web

A morte de um adolescente neste fim de semana no litoral sul de São Paulo deixou em alerta pais e professores de todo o país sobre uma perigosa brincadeira, disputada principalmente por meninos, transmitida em tempo real pela internet. É o Jogo do Enforcamento, Jogo da Asfixia ou Jogo do Desmaio, no qual os participantes usam cordas, cintos, lenços ou qualquer outro objeto para cortar o suprimento de oxigênio ao cérebro, desmaiar e, na sequência, acordar em estado de euforia, semelhante o efeito do uso de drogas. Gustavo Riveiros Detter, de 13 anos, morador de São Vicente, estava em casa, na noite do último sábado, e enforcou-se no quarto do pai, com uma corda usada para pendurar um saco de areia para treino de boxe. Durante a transmissão online, três adolescentes que participavam do jogo perceberam que o menino não se mexia e alertaram uma prima, que estava no quarto ao lado. A menina encontrou o primo desacordado e chamou imediatamente o tio. Socorrido ao hospital, o menino morreu no começo da manhã de domingo. Gustavo foi sepultado ontem, em Santos.

Mulheres morrem atropeladas
dentro do Templo de Salomão

Duas mulheres morreram e outras cinco pessoas ficaram feridas após um atropelamento no Templo de Salomão, considerado a sede mundial da Igreja Universal do Reino de Deus, localizado no Brás, na região central de São Paulo. O acidente aconteceu no domingo, quando uma mulher teria perdido o controle do veículo enquanto manobrava na garagem do subsolo do edifício, avançando em direção a fiéis da igreja. A motorista foi encaminhada ao 22; Distrito Policial (São Miguel Paulista) por homicídio culposo e lesão corporal culposa (sem intenção). O carro foi apreendido pela polícia.

Sá assume a segurança do Rio
e promete a ;preservação da vida;

Há 10 anos trabalhando na pasta, o novo secretário estadual de Segurança do Rio de Janeiro, Roberto Sá, assumiu o cargo ontem afirmando que pretende ;cada vez mais entender a lógica de como as facções criminosas se organizam e como fazem o tráfico de armas e drogas; e que essa ;é uma das grandes causas da violência no Rio de Janeiro;. Sá foi, por 10 anos, o subsecretário de Planejamento e Integração Operacional da pasta e era considerado como o braço direito do ex-secretário José Mariano Beltrame. A declaração foi feita em coletiva de imprensa no Palácio Guanabara, sede do governo do Rio, em Laranjeiras, na Zona Sul. O novo secretário também afirmou que todas as ações ;vão convergir para a preservação da vida; e que fará um esforço para diminuir o índice de letalidade.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação