Na NBA, todos estão contra eles

Na NBA, todos estão contra eles

O reforçado Golden State Warriors, atual vice-campeão do torneio -- que começa hoje --, é o alvo principal dos adversários. Novidade para os brasileiros é a quantidade de jogos televisionados: 208 no total

VÍTOR DE MORAES
postado em 25/10/2016 00:00
 (foto: Ethan Miller/Getty Images/AFP - 15/10/16
)
(foto: Ethan Miller/Getty Images/AFP - 15/10/16 )


O circo começa hoje. Esse circo não tem palhaçadas, mas bizarrices. Enterradas bizarras, assistências bizarras, todas de deixar fãs boquiabertos. A temporada 2016/2017 da NBA tem início à noite, com três jogos. E esta edição tem algo de especial. O público brasileiro poderá assistir a 208 jogos transmitidos ao vivo só na primeira fase por dois canais: SporTV e ESPN. O número é bem superior aos 142 de 2015/2016 ; um aumento de 46,5% ;, também na fase regular. Aos domingos, o torcedor do Brasil poderá acompanhar 41 duelos.

Dos 208 jogos, 82 serão exibidos ao vivo pelo SporTV, incluindo a rodada dupla da abertura, hoje: Cleveland Cavaliers x New York Knicks, às 21h30, e Golden State Warriors x San Antonio Spurs, à 0h30. O canal transmitirá partidas principalmente às segundas, terças, sábados e domingos, além das finais da Conferência Leste.

A ESPN, por sua vez, tem na grade 126 duelos (162% a mais em relação à última temporada) na primeira fase. A maratona começa amanhã, às 22h, quando o canal exibe Philadelphia 76ers x Oklahoma City Thunder. Durante a competição, o canal norte-americano transmitirá principalmente às quartas, sextas e sábados, além das finais da Conferência Oeste e, exclusivamente, a final da NBA.

Não bastasse o recorde de jogos na TV, os fãs da maior liga de basquete do mundo receberão um combo no domingo de Natal. A ESPN presenteará os brasileiros com cinco partidas ao vivo, a partir das 15h: NY Knicks x Boston Celtics, Golden State x Cleveland, Chicago Bulls x San Antonio Spurs, Minnesota Timberwolves x Oklahoma City Thunder e Los Angeles Clippers x Los Angeles Lakers. Na primeira semana de NBA, quem quiser acompanhar outras partidas que não serão televisionadas poderá aproveitar os dias livres do NBA League Pass, a TV online da liga.

Contra os Warriors
Em quadra, os fãs do melhor basquete do mundo verão todos os times contra um só. Embora tenha ficado com o vice-campeonato da temporada 2015/2016, o badalado Golden State Warriors começa a edição como favorito ao título. O ex-time de Leandrinho foi campeão em 2014/2015 e fez a melhor campanha da história na fase regular de 2015/2016, com 73 vitórias, apesar da derrota na final para o Cleveland Cavaliers.

Além do entrosado elenco, com Stephen Curry, Klay Thompson, Draymond Green e Andre Igudala, o Golden State assinou com um dos melhores atletas da NBA, o ala Kevin Durant, ex-Oklahoma City Thunder. Os Warriors perderam Andrew Bogut e Leandrinho, mas ;ganharam; Zaza Pachulia e David West. Como fez na temporada passada, o Cleveland pode acabar com a festa do time sensação. Na primeira defesa de título, os Cavs mantiveram a base do último campeonato, com LeBron James, Kyrie Irving, JR Smith, Kevin Love e Tristam Thompson.

Na primeira fase, cada franquia joga 82 vezes, e os oito melhores de cada conferência vão aos play-offs, etapa em que disputam série melhores de sete partidas. Os campeões de conferências disputam a decisão. Apesar do recorde de transmissões para o Brasil, o torcedor tem três ausências para lamentar a partir desta temporada: Kevin Garnett, Kobe Bryant e Tim Duncan, aposentados.


NA TV
Abertura da NBA 2016/2017
Cleveland Cavaliers x New York Knicks
21h30 - SporTV


Toronto fica com brasucas
O Toronto Raptors resolveu apostar em Bruno Caboclo e Lucas Bebê. Na véspera da abertura da temporada 2016/17 da NBA, a franquia canadense anunciou que exerceu a opção contratual para os dois brasileiros seguirem no clube também em 2017/18. Com boa passagem pelo basquete espanhol, Lucas Bebê, pivô de 24 anos, tem um contrato que vai lhe garantir US$ 1,9 milhão (R$ 6 milhões) na atual temporada. Na 2015/16, ele teve média de 2,2 pontos, 1,6 rebotes e 7,8 minutos, em 29 atuações. Já Bruno Caboclo, 20; escolha no Draft de 2014, só jogou seis partidas na temporada passada pelo Toronto. Aos 21 anos, ele receberá US$ 1,3 milhão (R$ 4 milhões) pela temporada.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação