Brasil fecha com 13 ouros

Brasil fecha com 13 ouros

postado em 31/10/2016 00:00
Depois de um desempenho ruim nos Jogos do Rio, o judô brasileiro faturou 13 medalhas na primeira competição de relevância no Circuito Mundial: o Grand Slam de Abu Dabi. A única medalha de ouro, entretanto, foi conquistada ontem, com Maria Suelen Altheman, na categoria pesado (+78kg). Foram também quatro de prata e oito de bronze.

Apesar de o torneio ser dos mais valiosos para o ranking mundial (só distribui menos pontos que Olimpíada, Mundial e Masters), poucos judocas olímpicos foram até os Emirados Árabes. A chave de Maria Suelen, por exemplo, tinha apenas sete competidoras.

Mas isso não desvaloriza a conquista da atleta brasileira, a 14; do ranking mundial, que venceu a turca Kubra Kara (112;), a bielo-russa Maryna Slutskaya (21;) e a alemã Carolin Weiss (13;). Nenhuma delas esteve na Olimpíada.

Luciano Corrêa também chegou à final, na categoria até 100kg, e perdeu a decisão para Elkhan Mammadov (19;), do Azerbaijão. Na campanha, ele só precisou fazer três lutas. O brasiliense Luciano Corrêa também chegou à final, na categoria até 100kg, e foi derrotado na decisão por Elkhan Mammadov (19;), do Azerbaijão.

Já Samanta Soares (49;) teve caminho curto até a medalha de bronze na categoria até 78kg. No peso pesado masculino, David Moura (11;) também ficou em terceiro. A única categoria em que o país passou em branco ontem foi a até 90kg, com Eduardo Bettoni (52;) e João Cesarino, campeão pan-americano júnior na categoria 100kg.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação