Hamilton mais perto de Rosberg

Hamilton mais perto de Rosberg

postado em 31/10/2016 00:00
 (foto: Yuri Cortez/AFP)
(foto: Yuri Cortez/AFP)


O inglês Lewis Hamilton não deu chances ao companheiro de Mercedes, o alemão Nico Rosberg, e conquistou uma tranquila vitória no GP do México de Fórmula 1, ontem à noite. O tricampeão mundial deu um susto logo na largada ao travar os pneus e cortar pela grama, mas conseguiu se manter na ponta e liderou a prova até a bandeirada final.

O triunfo encurtou a distância para o rival alemão para 19 pontos (de 349 para 330) na disputa pelo título da temporada. ;Não vou desistir;, alertou o britânico, antes de vencer a prova de ontem. No entanto, a situação de Nico Rosberg ainda é confortável, e a conquista inédita da carreira pode vir no GP do Brasil, daqui a duas semanas. É só vencer para não depender do resultado de Lewis Hamilton.

No México, o inglês chegou a 51 vitórias, igualando-se ao tricampeão francês Alain Prost, e agora é o segundo maior vencedor de corridas da Fórmula 1. Os dois só perdem para o alemão Michael Schumacher, que tem 91.

A principal briga da prova ficou pela terceira colocação. A três voltas do final, o alemão Sebastian Vettel, da Ferrari, foi para cima do holandês Max Verstappen, que errou na curva e cortou caminho pela grama. O piloto da Red Bull claramente se aproveitou da saída da pista para se manter em terceiro lugar.

A direção de prova optou por analisar o caso após a corrida e puniu Verstappen, que já estava pronto para ir ao pódio, com cinco segundos. Com isso, caiu para a quinta colocação. Sebastian Vettel foi conduzido ao pódio, e o australiano Daniel Ricciardo, companheiro de equipe do holandês, ficou na quarta posição.

O sexto lugar ficou com o finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, e o alemão Nico Hulkenberg, da Force India, foi o sétimo. O também finlandês Valtteri Bottas terminou em oitavo, à frente de Felipe Massa, seu companheiro de Williams, o nono. O brasileiro conseguiu segurar as investidas do mexicano Sérgio Perez, que completou o top 10 com sua Force India. O brasiliense Felipe Nasr, que largou em 19;, conseguiu terminar em 15;.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação