Faça chuva ou faça sol

Faça chuva ou faça sol

A varanda e a área externa da casa permitem uma interação maior com a natureza. Saiba como aproveitar o espaço e decorá-lo sem medo das intempéries

Por Gláucia Chaves
postado em 04/12/2016 00:00
 (foto: Simonetto/Divulgação
)
(foto: Simonetto/Divulgação )
Verão em Brasília significa períodos de sol intercalados com pancadas de chuva. Mas os aguaceiros eventuais não precisam ser sinônimos de passar os dias dentro de casa. ;Ao mesmo tempo em que há muita chuva, o tempo fica abafado, então as pessoas querem aproveitar a varanda;, endossa a arquiteta Silvana Albuquerque. Uma alternativa, nesse caso, são as chamadas cortinas de vidro ; divisórias que separam a varanda da sala. ;É uma boa para a proteção da chuva e é também uma forma de isolar o espaço sem perder a amplitude, a visão do restante da casa;, explica Silvana.

Além da estrutura, o verão pede alguns apetrechos característicos, como ventiladores. Encaixá-los na decoração vai do gosto do freguês, mas é sempre bom ter a praticidade em mente. ;Eu prefiro os ventiladores de teto, que não obstruem o caminho e não há risco de as pessoas tropeçarem nos fios;, opina a arquiteta. Redes têm tudo a ver com a estação. Para quem tem área externa, fica fácil escolher o local para colocá-las. Mas elas também têm espaço em varandas e salas. ;Às vezes, não dá para encaixar duas cadeiras em uma varanda de apartamento. Nesses casos, uma rede resolve bem o problema;, exemplifica Silvana. ;Com a rede, o estilo da decoração ficará despojado, mas pode, sim, ser elegante. Tudo depende do espaço, da composição e do estilo do morador.;

O arquiteto Roberto Carril enfatiza a importância de um mobiliário adequado. ;Mesmo que a varanda seja incorporada à sala e tenha proteção, quando há chuva, há golpes de vento e a água acaba entrando;, detalha. Por isso, a indicação do profissional é investir em materiais resistentes a intempéries, como lonas e cordas. E não há limite de tamanho para criar um cantinho confortável: mesmo para varandas diminutas, um pouco de luz natural já muda o astral. ;A intenção é sempre criar uma atmosfera de aconchego e acolhimento e, aí, sim, tirar partido dos elementos apropriados, como móveis resistentes, ventiladores etc.;, ilustra.


Neste projeto, o designer de interiores Luiz Squinello buscou trazer a sensação de uma área externa para dentro do apartamento. O espaço foi trabalhado com painéis amadeirados nos armários e muito verde, para um toque mais natural. As paredes da churrasqueira de alvenaria foram revestidas com porcelanato imitando pedra, combinado com os azulejos decorados. O destaque fica por conta do jardim vertical.


No projeto de Silvana Albuquerque para varandas em áreas externas, a arquiteta deu prioridade ao conforto aliado à elegância. Mesmo na área coberta, os móveis escolhidos têm material resistente ao sol e à chuva. A mesa com móveis de metal serve como opção para aproveitar dias de sol intenso.


Não importa o tamanho: sempre é possível aproveitar sol ou chuva do lado de fora. O projeto do arquiteto Roberto Carril foi pensado para varandas de apartamentos. A cortina de vidro separa a sala da varanda, que tem poucos móveis, para facilitar a circulação de pessoas.


Cadeira da linha Painho
Projetada para áreas externas, é toda feita em materiais resistentes à exposição solar e à chuva. Na www.tidelli.com.br. (Preço sob consulta.)


Conjunto Garrafas com Canudo Refresco
Ideal para deixar qualquer varanda mais descontraída. Na Imaginarium. (R$ 99,90)


Ventilador com estilo
O charmoso ventilador de mesa Marelli, modelo 1304, foi fabricado na Itália, em 1953. É feito em metal e bakelite. Na desmobilia.com.br. (R$ 980)


Poltrona Acapulco
A poltrona é inspirada nas redes usadas nos resorts de Acapulco na década de 1950. Pode ser usada em ambientes internos e externos. Estrutura com formato de tripé em metal maciço, acabamento em pintura epóxi de alta resistência. Assento em PVC trançado manualmente. Na desmobilia.com.br (R$ 880)


Poltrona Jalisco

A poltrona também tem estrutura com formato de quatro pés em metal e acabamento em epóxi. O assento igualmente trançado à mão. Na desmobilia.com.br (R$ 890)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação