Um jornal com mais novidades para o leitor

Um jornal com mais novidades para o leitor

postado em 10/12/2016 00:00
 (foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL 
)
(foto: AFP / Miguel SCHINCARIOL )
O Correio entra em uma nova fase, marcada pelo oferecimento de conteúdos especiais nas edições impressas e para tablet e no site correiobraziliense.com.br. Além disso, o jornal retoma sua vocação de contribuir para o debate dos temas nacionais mais relevantes, com a realização de importantes seminários. Na próxima semana, o auditório do Correio abrigará dois eventos sobre assuntos chaves para o desenvolvimento do país. Na quarta-feira, ocorre o seminário Cenários da economia para 2017, que discutirá as perspectivas brasileiras para o próximo ano, tendo como palestrantes o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o secretário-executivo do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI), Moreira Franco, além de vários outros especialistas. No dia seguinte, o tema a ser debatido é o novo Código Comercial, que pode estabelecer um novo conjunto de regras e obrigações para as empresas nacionais. Um projeto sobre o tema tramita atualmente na Câmara e tem gerado muitas discussões. Quem quiser participar dos dois eventos deve acessar o site www.correiobraziliense.com.br/correiodebate e se inscrever gratuitamente. Quanto aos conteúdos oferecidos aos leitores, as novidades são muitas. No próximo domingo, duas séries especiais começam a ser publicadas no jornal, no tablet e no site. A primeira, da editoria de Cidades, aborda os 270 anos de Luziânia, a mais antiga cidade do Entorno. E o caderno de Esportes mostra como os times da Europa conquistam cada vez mais fãs no Brasil, no especial Seu filho será torcedor do Barcelona. Quem acompanha o jornal, no entanto, já está curtindo outras novidades. Os leitores da versão para tablet contam agora com conteúdos extras, como vídeos, galerias de fotos e infográficos. Para acessá-los, basta tocar nos ícones como este aqui ao lado (Assista à nova edição da série Prata da casa com a banda Eixo, no tablet e no site). No site, estão no ar as séries Prata da casa, uma parceria com o Aqui DF, que toda sexta-feira apresenta um talento da cena musical da cidade. E o Boletim da Previdência, um conjunto de vídeos curtos que tiram as dúvidas de leitores sobre a reforma na aposentadoria planejada pelo governo federal. Educação defasada » AZELMA RODRIGUES Especial para o Correio O Brasil hoje tem uma estrutura escolar do século 19, professores do século 20 e alunos do século 21, criticou o diretor de aprendizagem do Senai, Rafael Lucchesi, ao clamar por modernização do sistema educacional brasileiro durante o I Congresso do Futuro. %u201CNão se pode, também, ter uma política única de educação, em um país que possui realidades regionais muito diferentes%u201D, acrescentou. Segundo o professor, o país está diante de uma quarta revolução industrial, baseada em sistemas ciber-físicos de produção, embora a produtividade do trabalho tenha estagnado: %u201Cprecisamos de cinco brasileiros para ter a produtividade de um americano%u201D, continuou. O Senado quer promover mais debates sobre educação, segurança alimentar, sustentabilidade, democracia e comunicação.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação