Usaram sal e café solúvel nas amostras

Usaram sal e café solúvel nas amostras

postado em 10/12/2016 00:00


Na investigação, a equipe de McLaren descobriu que as técnicas de manipulação mesclavam tecnologia avançada e métodos mais artesanais. ;Sal e Nescafé foram colocados nas amostras de urina; para adulterar os resultados, explicou o canadense. Mas o golpe de mestre foi a criação de um instrumento para abrir e fechar os tubos sem deixar rastros. O objetivo: substituir a urina que contém substâncias proibidas por material limpo. Um método tão impressionante que método rendeu aos espiões do FSB o rótulo de ;mágicos; no relatório.

O abridor ;mágico; ficou pronto em fevereiro de 2013, seis meses antes do Mundial de Atletismo, organizado justamente em Moscou. O mecanismo é do tamanho de uma caneta e parece com um instrumento de dentista, com uma empunhadura e uma ponta metálica fina que pode ser dobrada em vários ângulos. Essa ponta pode ser inserida entre a tampa e o tubo, para destravar o sistema metálico de segurança. Um sistema que praticamente não deixa rastros, a não ser marcas microscópicas no tubo mostradas em uma foto publicada no relatório.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação