O nu e o grafite

O nu e o grafite

Por Jhonatan Vieira
postado em 11/12/2016 00:00

A ideia era misturar dois tipos de beleza: a do corpo e a da pintura urbana. Os grafites de Brasília foram naturalmente eleitos como cenários para dar forma ao projeto ;Nu Muro ; O movimento do corpo em consonância com os muros da W3;. Não chega a ser fácil fotografar nu artístico em plena luz do dia. Primeiro, é preciso enfrentar as condições adversas de tempo. Sim, chove em novembro ; e muito. Logo, as fotos foram feitas na chuva, não houve como escapar. De certa forma, o clima ajudou a vencer outro desafio: a curiosidade alheia. Aproveitei o domingo para as fotos, quando a avenida está mais deserta. O projeto virou uma exposição com nove fotos, apresentando o nu em movimento de diferentes formas e estilos fotográficos, que estará também no bar e restaurante Isso aqui é DF, na praça da CNF 1, em Taguatinga. A ideia é que essas fotos sejam o ponto de partida para um perfil no Instagram com a mesma temática: o nu artístico e os grafites da capital como cenário.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação