Festa do reisado

Festa do reisado

Encontro reúne grupos de várias regiões do país que mantêm viva a tradição da Folia de Reis

» Irlam Rocha Lima
postado em 14/12/2016 00:00

;Vinte e cinco de dezembro, quando o galo deu o sinal/ Que nasceu o Menino Deus, numa noite de Natal/ Os três reis quando vieram, viajaram sem parar/ Cada um trouxe um presente, para o Menino Deus saudar...;


Esses são os versos ouvidos na abertura da Folia de Reis, uma tradição religiosa e festiva, originária da Espanha, que se transformou no Brasil em manifestação cultural, praticada por adeptos do catolicismo, em várias partes do país, principalmente na região Centro-Oeste. Ela ocorre no transcorrer do mês de dezembro e se estende até 6 de janeiro ; data consagrada aos Santos Reis.

;Peças de resistência da cultura popular, como é o caso do reisado, são eventos que descendem e são mantidos pelo povo. Por isso resistem a modismos;, afirma Volmi Batista, presidente do Clube do Violeiro Caipira de Brasília, produtor e organizador do Encontro de Folia de Reis do Distrito Federal, que chega em 2016 à sua 15; edição ; de quinta-feira a domingo próximos.

Durante 10 anos o encontro ocorreu na Granja do Torto. Depois disso, tornou-se itinerante, já tendo passado pelo Plano Piloto (Parque da Cidade), Planaltina, Ceilândia, São Sebastião e Brazlândia, sendo que em 2014 não foi realizado, por falta de apoio. Neste ano, é o Gama que vai sediá-lo.

Volmi afirma que há um esforço em favor da criação de um espaço específico para que manifestações como a Folia de Reis se mantenham vivas e valorizadas. ;Na realização do encontro, em 2016, contamos com o apoio do Governo do Distrito Federal, por meio do Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Secretaria de Cultura;.

Ele explica que o pré-requisito para a cidade receber o Encontro de Violeiros é a existência de grupos com atuação voltada para essa manifestação cultural. ;De acordo com Volmi, o Gama tem uma grande importância, por ser próximo da região do Entorno e possuir uma vasta extensão rural, com tradição de Folia e Reis;.

Durante o encontro será feita uma homenagem a Ofir Mulato, um guia de folia da cidade, que se tornou muito conhecido nas décadas de 1960, 1970 e 1980. ;Ele cedeu o codinome a um dos integrantes da dupla caipira Zé Mulato & Cassiano ; hoje consagrada nacionalmente. Os dois cantores foram foliões do Ofir;, conta Volmi.

No Gama, o Encontro de Folia de Reis vai ocupar área de 7 mil metros quadrados, no estacionamento do Estádio Bezerrão. A extensa programação tem início na quinta-feira, às 18h, e prossegue até domingo. Entre os destaques a apresentação de folias de reis, danças populares, shows, cantorias, rodas de prosa, oficinas, barracas de comidas típicas e artesanato.

A abertura da programação será com a reza do terço pelos foliões, no espaço do presépio, e a chegada dos três Reis Magos, representados por atores. Na sequência, tem o canto do agradecimento, após o jantar; apresentação da Folia Minas Brasília, representante do Gama, e da dupla André & Andrade.

Carlos Orestes e Silva, diretor e capitão do grupo Minas Brasília, criado há 16 anos no Gama, conta que a tradição da Folia de Reis foi passada a ele pelos avós e pais, naturais de Patos de Minas (MG). ;É grande a nossa satisfação por receber o encontro aqui em nossa cidade. Já havíamos participado de outros, mas esse tem um significado especial para os gamenses.;

Entre os 10 integrantes do Minas Brasília, há cantadores, violeiros, tocadores de caixa e sanfoneiro. ;Nosso grupo tem se apresentado em vários lugares. Já estivemos na Câmara dos Deputados, no foyer da Sala Villa-Lobos, em igrejas, residências e na zona rural do Gama. Há 13 anos, participamos do evento de confraternização promovido em janeiro pela igreja de Nossa Senhora de Fátima, de Taguatinga, em Rodeador, corrutela próxima a Brazlândia;, lembra Orestes.

Destaques do encontro

Quinta-feira

Chegada dos Reis Magos, às 18h; apresentação da Folia Minas Brasília, às 20h; show de André & Andrade, às 21h.

Sexta-feira
Shows de Karen Pereira, Bruno Cezar & Fabiano, às 12h; apresentação de folias de reis e danças populares, às 19h; shows de Mike Rener & Valter Neto, Thiago Henrique, Vanderley & Valtecy, Zé Mulato & Cassiano, às 22h.

Sábado
Shows dos foliões e violeiros Moisés Mozer & Luiz Borges, Idelbrando & Barcellos, às 12h; shows de Singal Gomes & Diamantino, Reinaldo Cordeiro, Enio Lima Gustavo Neto, Roberto Correa e Badia Medeiros.

Domingo
Missa sertaneja com Padre Adão Soares, às 10h; apresentação de folias e shows dos violeiros Anderes & Fernandes, Wagner & Waldiron, Dyego & Gustavo, ás 14h. Logo depois, no encerramento, shows de Juraildes da Cruz (Tocantins) e Pereira da Vila (Minas Gerais).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação