Mudança de perfil

Mudança de perfil

postado em 15/12/2016 00:00
 (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)


Com o crescimento da população, aumentou a demanda por produtos e serviços. Luziânia, que já teve a maior parte dos moradores morando na zona rural, agora é majoritariamente urbana. Dos quase 200 mil habitantes, apenas 12 mil vivem em áreas de campo, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Dados do IBGE mostram, ainda, que o setor de comércio e serviços é o principal responsável pela arrecadação do PIB do município, estimado em R$ 3,1 bilhões, segundo o mais recente levantamento. Destes, o setor corresponde a mais de um terço, com cerca de R$ 1,1 bilhão.

A empresa de Joaquim Antônio Matos, 54 anos, é uma evidência da expansão desse segmento. Em 2008, ele era funcionário de uma loja de material de construção que passava por sérios problemas financeiros, até que, em junho, fechou as portas. Com a experiência adquirida, abriu a própria loja com um sócio, graças à liberação de um crédito que havia muito esperava. ;Investi R$ 25 mil daquele dinheiro. De lá para cá, muita coisa mudou, principalmente na melhora da qualidade de vida. Até então, eu nunca tinha comprado um 0km. Usava uma Pampa 1986 para fazer as entregas da loja. Em 2011, abrimos uma segunda loja, adquirimos dois terrenos para depósito, e as entregas agora são feitas por quatro caminhões. Como todo negócio, temos contas a pagar, mas está tudo em dia, e estamos com crédito e capital de giro no banco;, comemora.

A agropecuária, que faz parte do inconsciente coletivo quando se fala em Luziânia, ocupa o quarto lugar em arrecadação e contribui com cerca de R$ 250 milhões, atrás da indústria e da administração pública. Outro indicador que demonstra mudança é o crescimento da frota de automóveis nos últimos 10 anos. Em 2005, havia 17.676 carros, motos e caminhões com placa da cidade. Em 2015, subiu para 47.758, cerca de um veículo para cada quatro habitantes.

Ainda assim, os salários pagos na cidade são baixos em relação ao restante do estado. A renda mensal média de um morador de Luziânia é de R$ 1.380. A média mensal do ganho de uma família é de R$ 2.060, menos da metade da capital de Goiás, Goiânia (R$ 4.162).


Bebidas

Luziânia tem mais de 4 mil estabelecimentos comerciais de diversos produtos ou serviços. O setor de alimentos e de bebidas representa 15% (por número de estabelecimentos) do comércio, sendo o ramo mais participativo.



Fonte de pesquisa
Almanach de Santa Luzia;
Organizado por Evangelino Meireles e Gelmires Reis, 1920,
Tipografia de O Planalto.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação