Bebidas à vontade

Bebidas à vontade

postado em 10/02/2017 00:00
 (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)



Os sócios do hum! burguer, ao pensar na loja, quiseram implantar um conceito de fast casual. ;É para nosso cliente se sentir em casa, por isso colocamos madeira na decoração, assim como os gradis, que lembram aqueles da casa de avó, e o cimento queimado. O ambiente é pensado na sensação de estar em casa, assim como o cardápio;, explica o sócio Vitor Odísio.

Ele ainda complementa: ;O free refil é isso ; a pessoa se serve à vontade, como se estivesse em casa;.

A grande estrela do cardápio é o Humburguer! (R$ 28, só o sanduíche, R$ 39, com batata chips e free refil, R$ 42, com batata canoa e free refil). ;É um cheeseburguer com salada, simples, mas para ficar bom temos que trabalhar com ingredientes de qualidade;, afirma Vitor.

Outra pedida é o black burguer (R$ 32, só o sanduíche, R$ 43, com batata chips e free refil, R$ 46, com batata canoa e free refil). Para começar, vem o pão australiano, levemente adocicado devido ao mel na receita. O recheio é feito com um blend de três cortes, bacon crispy, cebola supercrocante e maionese secreta.

;O grande comedor de hambúrguer gosta do cheeseburguer simples e sem muitos ingredientes;,
Vitor Odísio, sócio do Hum! Burguer.

Uma breja só minha
a hamburgueria Burgster começou móvel e, há seis meses, passou para um ponto fixo no Guará 2. O truck onde trabalhavam foi roubado. Em vez de lamentar, o sócio Rafael Bessa resolveu dar a volta por cima.

E que volta! Além de fazer sanduíches com hambúrgueres de 180g com diferentes blends ; o mais vendido é o cheddar, em pão australiano com mel e completado com queijo, bacon em fatias, cebola caramelizada e maionese caseira, a R$ 22 ;, Rafael criou uma cerveja artesanal.

A Burgster Beer é feita por uma cervejaria local. A IPA da casa é a que mais combina com o quitute, escoltado por batata rústica temperada com páprica e alecrim.

Cada garrafa com 600ml sai por R$ 20. ;Ela segue a escola inglesa, é lupulada e amarga. No paladar, tem notas de tangerina e gengibre;, pontua.

Formato incomum num posto de gasolina
mal abriu e o Páprica Burger já faz um tremendo sucesso. Em parte, graças à localização, num bem decorado contêiner, vizinho de um posto de gasolina.

;Sempre quisemos que o cliente tivesse mais que uma experiência gastronômica, que se sentisse bem no ambiente, com estilo nova-iorquino;, conta Bruna Prieto, que comanda o negócio ao lado do sócio, Lucas Arteaga.

Com projeto assinado pelo escritório de arquitetura Studio Valéria Gontijo, o Páprica Burger preza pelo equilíbrio entre a gramatura da carne e os demais ingredientes.

;Se você tiver um hambúrguer grande demais, a parte da carne que não entra em contato com o fogo é muito grande. Cerca de 160g é o tamanho ideal para pegar sabor e dourar no char-broiler;, explica Lucas Arteaga.

Dentro dessa premissa se encaixa uma promissora novidade do cardápio, o english burger (R$ 26), hambúrguer de black angus no pão brioche artesanal com queijo cheddar inglês e molho relish de cebola. O novato ficará cerca de três meses no menu.

O preço muda se os sanduíches forem pedidos em combos com snacks, a decidir entre batata palito com ervas ou chips de mix de batata asterix, mandioca, batata-baroa, beterraba, batata-doce e cenoura temperado com sal, páprica e outros ;segredinhos;. Na companhia de snack e refrigerante em lata, o english burger custa R$ 39.

O tal do char-broiler
O equipamento com calhas que escorrem a gordura empresta às carnes um sabor defumado, característica de uma churrasqueira, mas sem a mesma quantidade de fumaça.




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação