Preso no Paraná por latrocínio no Entorno

Preso no Paraná por latrocínio no Entorno

postado em 01/04/2017 00:00
 (foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)

Em uma semana, um homem de 32 anos se envolveu em uma série de crimes praticados entre o Entorno e a Região Sul do país. Nesse período, segundo informações da Polícia Civil do Paraná e de Goiás, Eduardo Santos Dela Porta matou, roubou a namorada, contratou duas prostitutas e seguiu com elas e o carro roubado da vítima em direção ao Paraguai. O plano de fugir para outro país, no entanto, foi interrompido na noite de quinta-feira, no momento em que ele vendia as joias da companheira, em Cascavel, no Paraná.

Segundo a investigação, Eduardo mantinha um relacionamento com a professora aposentada Gleidce Romicy de Mattos Silva, 44, havia pouco mais de um mês. Os dois moravam em Valparaíso. De acordo com a apuração da Delegacia Especializada da Mulher do município goiano distante cerca de 40km de Brasília, a mulher teria sido vista pela última vez em 23 de março. Os parentes ainda não tinham notado o sumiço, quando vizinhos sentiram um mau cheiro vindo da casa da educadora. Na última quarta-feira, os moradores acionaram a Polícia Militar e a família de Gleidce. Lá, foi encontrado o corpo da vítima.


O circuito de segurança próximo ao local do crime mostra o momento em que Eduardo chega com a professora no dia 23. Pouco mais de três horas depois, ele deixa o endereço sozinho e com o carro da educadora. A polícia goiana deu início às investigações e, na noite desta quinta-feira, localizou o acusado em Cascavel, a mais de 1,3 mil quilômetros de Valparaíso. De acordo com a Polícia Militar da cidade paranaense, Eduardo estava com o Hyundai i30 da vítima, na companhia de duas garotas de programa. As duas relataram aos militares que o suspeito as contratou por R$ 1 mil reais e ainda ofereceu algumas joias para seguir com ele até o Paraguai. Elas negaram qualquer envolvimento no assassinato. Eduardo está preso na 15; Subdivisão de Polícia do Paraná.

Para a titular da Delegacia Especializada da Mulher de Valparaíso, Isis Santana Leal, não restam dúvidas sobre a autoria do latrocínio praticado por Eduardo Dela Porta. ;As imagens mostram claramente o namorado saindo sozinho com o carro da vítima;, afirma. De acordo com a delegada, além de levar o carro da professora, o suspeito fugiu com celular, joias e cartões bancários da vítima. ;Solicitamos à Justiça a prisão preventiva pelo crime cometido aqui na cidade. Em breve, esperamos trazê-lo para a cidade;, detalhou. (TS)



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação