BC mantém cautela

BC mantém cautela

» ANTONIO TEMÓTEO
postado em 08/04/2017 00:00

A forte desaceleração do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) não deve levar o Banco Central (BC) a fazer um corte superior a um ponto percentual na taxa básica de juros (Selic) na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), marcada para 11 e 12 de abril. No mercado, as apostas são de que a autoridade monetária manterá o discurso, apresentado no Relatório Trimestral de Inflação (RTI), de que a aceleração do ritmo de queda da taxa será moderado.

Apesar disso, alguns analistas esperam que o ambiente macroeconômico favorecerá mais três cortes de um ponto percentual neste ano. O economista-chefe do Bradesco, Fernando Honorato Barbosa, estima que a Selic, atualmente em 12,25% ao ano, cairá para 11,25% neste mês e terminará 2017 em 8,5%. Isso porque o BC deve encurtar o ciclo de baixa, com cortes mais intensos.

Segundo Barbosa, a autoridade monetária reduzirá a taxa básica em um ponto percentual em cada um dos próximos dois encontros, e fará um corte de 0,75 ponto e mais dois de 0,5 ponto até dezembro. ;A inflação tem vindo em linha com nossas projeções de 3,9% e 4,5% para o IPCA em 2017 e em 2018;, comentou. Quem também aposta em queda de um ponto percentual nos juros na próxima reunião do Copom é o economista-chefe do Banco Haitong, Jankiel Santos. Para ele, a Selic terminará o ano em 9%.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação