General na Senasp

General na Senasp

» MATHEUS TEIXEIRA ESPECIAL PARA O CORREIO
postado em 19/04/2017 00:00

O ministro da Justiça, Osmar Serraglio, convidou o general da reserva Carlos Alberto dos Santos Cruz para a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp). Ele deve assumir a pasta nos próximos dias. A escolha, entretanto, desagradou a integrantes das forças policiais, que discordam da decisão de nomear uma pessoa ligada ao Exército para tocar as políticas públicas de combate à violência urbana.

Serraglio estava à procura de alguém para o posto desde que chegou ao ministério, há quase dois meses. Três nomes de peso, porém, haviam recusado o convite: o ex-secretário de Segurança do Rio de Janeiro José Mariano Beltrame; o secretário de Justiça de São Paulo, Mario Rosa; e o advogado criminalista Antônio Cláudio Mariz, amigo do presidente Michel Temer.

A Frente Parlamentar da Segurança da Câmara dos Deputados, também conhecida como bancada da bala, fez um movimento forte para emplacar o delegado da Polícia Federal Sandro Avelar no cargo. O deputado Laerte Bessa (PR-DF) levou a demanda ao ministro, que teria alegado ;ordens superiores; para não atender ao pedido.

Serraglio também enfrenta dificuldades na escolha para a secretaria-executiva da pasta, a segunda função mais importante do ministério. O subsecretário de Assuntos Jurídicos da Casa Civil, Gustavo Rocha, e o advogado e ex-secretário-executivo da pasta Rafael Favetti não aceitaram o convite.

O novo chefe da Senasp já ocupou funções importantes no Exército: comandou 12 mil militares na missão de paz no Haiti, de 2006 a 2009, e foi comandante da 2; Divisão do Exército.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação