ARI CUNHA

ARI CUNHA

Visto, lido e ouvido

aricunha@dabr.com.br com Circe Cunha / circecunha.df@dabr.com.br
postado em 25/04/2017 00:00

Dinheiro sem lei

Passadas mais de duas décadas da emancipação política da capital, a população do Distrito Federal teve tempo, mais do que suficiente, para aferir os resultados do modelo. Mais do que sentir os efeitos morais nas manchetes diárias que estampam escândalos seguidos, a população pode constatar, no próprio bolso, a repercussão do sistema de gestão que amarrou políticos de variados matizes ideológicos ao dinheiro do contribuinte.

A superestrutura que foi criada para acomodar os novos ocupantes eleitos nos poderes Legislativo e Executivo, antes mesmo de apresentar qualquer avanço significativo na melhora de vida da população, provocou, isso sim, uma hemorragia de tal intensidade nos recursos públicos que o DF vive hoje situação falimentar, semelhante a outras unidades da Federação. A situação só não se tornou calamitosa ainda graças aos repasses dos fundos constitucionais que a União é obrigada a fazer para cobrir a folha de pagamento da segurança, educação e saúde.

Mas com o encolhimento acentuado dos recursos do contribuinte brasileiro e o aumento das despesas locais, a situação tende a piorar. Para esse ano, só para os gastos com a folha de pagamento da segurança pública serão destinados 68% dos recursos do Fundo Constitucional, o que, obviamente, afetará as áreas de saúde e de educação. A questão maior não é com o dinheiro curto do orçamento diminuído por razão da crise econômica. O problema maior continua sendo a má gestão e os desvios do dinheiro do contribuinte.

O direcionamento dos recursos públicos para a construção de verdadeiros elefantes brancos, como o Estádio Mané Garrincha e o Centro Administrativo (Buritinga), é exemplo de desperdício bilionário que, por décadas, afetará, significativamente, as finanças do Distrito Federal, seja para manutenção dessas caríssimas obras, seja para a quitação desses monumentos à gastança. O Mané Garrincha, de tão absurdo e desnecessário seu custo estimado em quase R$ 2 bilhões, ganhou longa reportagem, em horário nobre nas redes de televisão da Europa e até no mundo árabe, em que assuntos do tipo, normalmente, são escondidos do público. O que essas obras têm em comum é o fato de terem sido programadas e construídas por uma associação que uniu, de um lado, políticos espertalhões e, de outro, empresários desonestos e gananciosos.

Todo o esquema bilionário contou com a participação de empresas listadas na Operação Lava-Jato e com o apoio de políticos locais. O pior é que essa montanha de dinheiro, que andou por todo lado, de bolso em bolso, não foi vista pelo grosso da Câmara Legislativa, não foi detectada pelo Tribunal de Contas local. Não foi olhado pelos órgãos de fiscalização da Secretaria da Receita. Não foi notada por ninguém por um motivo único: todos estavam , de algum modo, implicados nesaa sangria. Já, se fosse a dívi

A frase que não foi pronunciada

;Quando é que vão desarquivar a PEC da Felicidade?;
Frase solta ao vento

Novacap
; Júlio Menegotto recebeu do governador Rodrigo Rollemberg a missão de repaginar o Guará. Grama cortada, mato tirado,
meio-fio pintado e por aí vai.

Vigilância
; Observem que os ovos comprados no supermercado estampam na caixa a sugestão de armazenamento resfriado. Embora seja uma maneira mais segura de manter o produto fresco, os supermercados não gastam com refrigeração para os ovos.

Pra você
; Por falar em supermercado, as donas de casa têm elogiado muito o supermercado Pra Você da Asa Norte. É mais um concorrente ao caro Pão de Açúcar do Lago Norte.

Trânsito
; Se as barreiras eletrônicas são colocadas com o intuito de proteger os motoristas, a entrada e saída do Trecho 9, no Setor de Mansões do Lago Norte, é um ponto fundamental e necessário para se instalar o aparelho. Os carros que saem do trecho perdem a noção da velocidade dos tresloucados que não se dão conta do perigo da curva.

Ironia
; Entre as maiores contradições de nossa história, que um dia constará nos livros didáticos, está a tentativa do Partido dos Trabalhadores em implantar o comunismo em toda a América Latina, usando, para isso, os mais selvagens mecanismos do capitalismo representados por empresas como Oderbrecht e congêneres. Obviamente, um tipo de comunismo restrito apenas as massas da base da pirâmide.

Simpatia total
; Quem se superou no aniversário da cidade foi a Banca da Conceição. Atividades populares, todas com participação maciça.

História de Brasília

Os blocos 8 e 9 da Coreia não têm suas redes de esgoto e águas pluviais ligadas a qualquer encanamento na rua. As águas servidas dos apartamentos são conduzidas a fossas, já ultrapassadas de sua capacidade, e é por isto que há lama podre à entrada dos apartamentos. (Publicada em 26/9/1961)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação