Íntimo conforto

Íntimo conforto

Nada de amarrações ou estruturas metálicas que apertem o corpo. A mulher quer mesmo é unir bem-estar a uma linda peça de lingerie. Em renda, seda, tule e outros tecidos delicados, calcinhas e sutiãs ganharam novas formas, sem perder a beleza

postado em 30/04/2017 00:00
De forma fina e delicada, as lingeries de renda conquistaram de vez o guarda-roupa feminino. Em nome do conforto, os sutiãs estruturados, com bojo e meia-taça perderam espaço no dia a dia para darem lugar a peças mais anatômicas, que se moldam facilmente ao corpo. Mas sem nunca perder a beleza.

Para o produtor de moda Marcus Barozzi, essa nova fase reflete não só o desejo de aceitação da mulher com relação ao seu corpo e às suas curvas, mas, também, uma vontade coletiva. ;A moda pede a volta do romantismo exacerbado, do superfeminino, do bucólico. O desejo da mulher é ter essa lingerie supertrabalhada;, justifica. O profissional reforça que a ideia de relacionar a lingerie a algo desconfortável ficou para trás. ;Apesar de as peças serem bem elaboradas, elas não têm mais aquela estrutura que prende a mulher para vesti-la bem.;

O tule e a transparência, a mistura de seda com renda e as aplicações estão entre as tendências para a estação, segundo o Departamento de Estilo da Intimissimi. Os bodies e a paleta de cores, que vão do preto e cinza ao vinho e azul-escuro, ganham destaque. E, como não poderia deixar de ser, o veludo tem encontrado espaço também nas lingeries. Barozzi ensina que, se usada com sabedoria e na numeração correta, a lingerie pode transformar completamente a roupa externa. ;A mulher deve conhecer o corpo para entender essa nova forma da roupa de baixo. É preciso se valorizar e sair dessa uniformização imposta.;

Para quem não costuma usar lingeries e outras opções em renda por se sentir insegura com a proteção da região íntima, a ginecologista Janaína Sturari, membro da Sociedade Brasileira de Ginecologia, tranquiliza: não há contraindicação. ;Qualquer reação varia de mulher para mulher. Existem pessoas que sempre usaram, o dia todo, e nunca tiveram problemas. Depende da higiene e de outros fatores, como pH vaginal;, explica. O que a especialista recomenda é que tecidos sintéticos, em lycra, poliéster e até mesmo em renda, sejam usados em apenas certos momentos do dia. ;Mulheres que optam por lingeries em materiais de algodão costumam ter menos infecções e inflamações. Sempre falo que outros tecidos devem ser usados só em algumas ocasiões;, ressalta.


Top com tela, da TIG (R$ 139)

Conjunto em tule com detalhes em renda floral, da Intimissimi ; sutiã (R$ 199) e calcinha (R$ 79)

Body em tule preto com detalhes em renda transpassada, da Intimissimi (R$ 299)

Top preto, da MyFavoriteThing(s) (R$ 195)

Top com laço, da Rosa Chá (R$ 139,90)


Calcinha, da Calvin Klein (R$ 59)

Top rendado com detalhes em veludo, da Bobstore (R$ 169)

Top em renda, da Hope (R$ 99)

Calcinha, da Loungerie (R$ 39,90)

Calcinha, da Calvin Klein (R$ 49)

Body vermelho com detalhes em renda floral no busto, da Valisere (R$ 179,90)


Top seda florida com detalhes em renda, da MyFavoriteThing(s) (R$ 145)

Top com babados estilo sereia, da Maria Filó (R$ 89)

Calcinha com babados em renda rosé, da Hope (R$ 39)

Top preto com detalhes em floral, da Loungerie (R$ 49,90)


Sutiã Zoe de amamentação, da Maya Lingerie Materna (R$ 109,90)

Calcinha com detalhes em babado, da Hope (R$ 69)

Top triângulo rendado, da Loungerie (R$ 49,90)

Caleçon em tule preto e detalhes em renda, da Calvin Klein (R$ 69)

Calcinha fio Sweet Lace 100% renda, da Loungerie (R$ 25,90)


Sutiã sem bojo, da Calvin Klein (R$ 69)

Top com babados em renda, daLa Rouge Belle/Shop2gether (R$ 69,90

Top com babados em renda, da Rosa Chá/Shop2gether (R$ 82,90)

Sutiã alongado, da Amaro (R$ 59,90)

Sutiã sem bojo em renda transparente , da Valisere (R$ 89,90)


Top com alça dupla e forro de proteção, da Hope (R$ 149)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação