Verdão toma atitude tardia

Verdão toma atitude tardia

postado em 04/05/2017 00:00


A primeira derrota do Palmeiras na Copa Libertadores deixou ontem uma lição. O 3 x 2 sofrido diante do Jorge Wilstermann, na Bolívia, pouco afeta a condição do time na tabela de classificação. Porém, mostra a necessidade de ser mais regular ao longo da partida, em vez de confiar sempre que a reação virá após começar atrás no placar novamente. Morales, Machado e Cardozo marcaram para os bolivianos. Guerra e Cabezas (contra) descontaram para o alviverde na altitude de 2,5 mil mestros de Cochabamba.

O resultado negativo em Cochabamba não tira do Palmeiras a liderança do Grupo 5, nem a proximidade da classificação. Resta apenas um empate no próximo dia 24 contra o Atlético Tucumán, da Argentina, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, para confirmar a vaga nas oitavas de final. A lamentação fica por ter desperdiçado a chance de, ao menos, empatar, e já garantir tanto a passagem de fase como o primeiro lugar do grupo.

Acompanhar os jogos do Palmeiras nesta Libertadores é testemunhar andamentos surpreendentes e imprevisíveis. Quando o time parece estar no sufoco, consegue amenizar o prejuízo e, quando parece engrenar, vacila. Entre gols nos acréscimos e reações tardias, a equipe tem mostrado que a qualidade é o segredo para se livrar dos apuros.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação