Mesmo estilo, novo câmbio

Mesmo estilo, novo câmbio

Nova S10 flex automática tem o espaço interno de um SUV e a sofisticação de um sedã. É considerada a mais econômica na categoria de picapes médias

Rafaella Panceri*
postado em 04/05/2017 00:00
 (foto: GM/Divulgação)
(foto: GM/Divulgação)

Campinas (SP) ; De carona no sucesso das picapes médias no Brasil, a Chevrolet lançou a S10 Flex automática, na última semana. Em 2016, o modelo teve 12,9% de participação no mercado, com 26 mil unidades vendidas, e ocupou o quarto lugar nas vendas de picapes ; atrás de Volkswagen Saveiro, Toyota Hilux, Fiat Toro e Fiat Strada. No segmento das picapes médias, portanto, a S10 ficou como vice. No ramo de picapes flex, a cena é outra. A S10 tem metade da participação de mercado e, de 2007 até agora, emplacou 200 mil unidades. Com a versão flex automática, espera-se que o modelo dispute mercado em maior pé de igualdade com sua adversária principal, a Toyota Hilux.


As novidades da S10, que estará nas concessionárias a partir deste mês, são a transmissão Clutch to Clutch de seis velocidades ; responsável por trocas de marcha mais fluidas ; e um novo pico de aceleração, que vai de zero a 100km/h em 9,5s. Mérito, inclusive, da potência do motor 2.5 de 206cv. Todos esses apetrechos colocam em xeque o custo-benefício em termos de consumo, mas a montadora garante que o uso de combustível é similar ao da versão manual. Na estrada, a S10 roda 9,4km com gasolina e 6,4km com etanol. Na cidade, a quilometragem cai para 7,8km e 5,3 km, respectivamente, de acordo com o Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro).


O utilitário é considerado o mais econômico da categoria e tem nota máxima em eficiência energética, de acordo com o Inmetro. As novas configurações valem para as versões LT e LTZ. A última ganhou um diferencial: partida remota do motor como item de série. A picape chega às concessionárias com valor sugerido de R$ 129,9 mi (4x4), contra R$ 133,7 mil da sua principal concorrente, a Toyota Hilux SRV 4x4 Flex. A S10 LTZ, na versão 4x2, sai por R$ 122,9 mil. Os preços da versão LT são R$ 107,9 mil (4x2) e
R$ 116,9 mil (4x4). Todos os preços são referentes aos modelos básicos.

Performance
O Veículos testou a S10 LTZ em um percurso montado pela Chevrolet entre Campinas e Itatiba (SP) ; municípios distantes cerca de 100km um do outro. O trajeto permitiu avaliar a performance do carro em diferentes tipos de relevo, traçados e pavimentos, inclusive estrada de chão. Utilizamos tanto a tração 4x2 quanto a 4x4. Um botão localizado perto do câmbio permite fazer essa troca quando o terreno muda de asfalto para terra.


A versão, com cabine dupla, tem um espaço interno semelhante ao de um SUV. Mesmo nos bancos traseiros, um passageiro com, no máximo, 1,7m de altura tem espaço para viajar confortável. Para dar início ao trajeto, o motorista pode recorrer à chave ou a um controle remoto, que aciona o motor a distância. O sistema Remote Start System, permite, por exemplo, o acionamento do ar-condicionado sem ser preciso que o motorista esteja dentro do veículo.


Depois da partida, o carro se desenvolve com facilidade. Durante o trajeto ; no asfalto e em estrada de chão ;, o interior do veículo permaneceu silencioso. O barulho do motor se destacou apenas em arrancadas e ultrapassagens que exigiram mais velocidade. Nas subidas, o motor responde bem, sem ruídos excessivos. Dentro do carro, a sensação é de estabilidade total. Mesmo em buracos, a movimentação é mínima.

Sofisticação premium

Se o espaço interno é semelhante ao de um SUV, a sofisticação do interior e as facilidades tecnológicas deixam a S10 com o conforto de um sedã. A central multimídia, com tela de 8 polegadas, tem um design amigável e o uso do navegador é intuitivo. O GPS lembra os utilizados em smartphones ; tanto as cores quanto a definição da tela são de qualidade e apresentam as informações da estrada com clareza.


No retrovisor interno, há um botão que conecta o veículo ao aplicativo móvel On Star. O motorista faz o download da ferramenta no celular e tem acesso a informações como alerta de valet, para saber se o carro está muito distante do estabelecimento onde foi deixado com o manobrista. Também é possível ativar o monitoramento em rota. Nesse caso, um atendente da Chevrolet acompanha todo o trajeto. O app também permite encontrar locais de interesse em uma cidade e receber dicas de programação de um consultor da marca.


Os retrovisores têm rebatimento elétrico e podem ser ajustados por meio de botões localizados na porta do motorista. O ajuste de bancos também é elétrico e o condutor pode alterar inclusive a altura. Outros itens presentes na S10 são: controle eletrônico de estabilidade e de tração, assistente de partida em aclive, controle de velocidade em declive, alerta de colisão frontal e de saída de faixa, ar-condicionado automático (sem dual zone), sensores de chuva e crepuscular e volante multifuncional. (RP)

Ficha técnica

Motores: 197cv a 6.300rpm e torque de 26,3kgfm a 4.400rpm (g) e 206cv a 6.000rpm e torque de 27,3kgfm a 4.400rpm (e)

Dimensões: 5.361mm de comprimento; 2.132mm de largura; 1.831mm de altura e 3.096mm de distância entre-eixos
Transmissão: automática de
seis velocidades
Direção: elétrica
Capacidade de carga: 915kg (4x2) e
816kg (4x4)
Suspensão: independente na dianteira e feixe de molas semielípticas na traseira
Pneus: 245/70 R16
Freios: a disco na dianteira e a tambor
na traseira
Consumo: 9,4km/l (g) e 6,4km/l (e) na estrada e 7,8km/l (g) e 5,3km/l (e) na cidade
* Valores calculados pelo Inmetro

Concorrentes

Toyota Hilux SRV 4x4 Flex
Motor: 2.7 turbo
Potência máxima: 163cv (e) e 158cv (g)
Torque máximo: 25kgfm (g)
Direção: hidráulica
Combustível: gasolina ou etanol
Transmissão: automática de seis velocidades
Peso: 1.745kg
Capacidade de carga: 830kg
Tamanho (A x L x C): 1.815 x 1.855 x 5.330mm
Preço: a partir de R$ 133,7 mil

Viajou a convite da Chevrolet

* Estagiária sob supervisão de Taís Braga, editora de Veículos

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação