Delegados da PF são assassinados

Delegados da PF são assassinados

» RENATO SOUZA ESPECIAL PARA O CORREIO
postado em 01/06/2017 00:00
Dois delegados da Polícia Federal (PF) foram assassinados a tiros em Florianópolis, durante uma festa em uma casa noturna, na madrugada de ontem. Uma das vítimas é o delegado Adriano Antonio Soares, que foi o responsável por abrir inquérito para investigar o acidente que causou a morte do ex-ministro Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal (STF), em janeiro deste ano.

De acordo com informações da Polícia Federal, houve uma briga entre os frequentadores e três pessoas foram baleadas, incluindo Soares, que atuava em Angra dos Reis (RJ), e o colega Elias Escobar, lotado na PF em Niterói (RJ). Um delegado morreu no local e o outro chegou a ser socorrido ao hospital, mas não resistiu. Ainda segundo a PF, o inquérito que investiga a morte de Teori está em Brasília e ;apenas foi registrado em Angra dos Reis;. A PF não deu mais detalhes sobre a possível participação de Adriano na apuração do acidente aéreo.

Informações divulgadas pela Polícia Civil de Santa Catarina destacam que, por volta das 5h, cerca de três horas após a morte dos policiais, um veículo passou atirando em frente à boate. Mas as investigações preliminares não apontam ligação entre os dois fatos. O filho de Teori, o advogado Francisco Zavascki, ficou sabendo pela manhã do caso. ;Ainda estou colhendo informações sobre esse ocorrido para ter uma opinião formada. A investigação sobre a queda do avião que vitimou meu pai ainda está em andamento;, ressaltou.

A apuração da queda do avião que levava Zavascki e caiu em Paraty, no Rio de Janeiro, no começo deste ano, estão a cargo do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Astronáuticos (Cenipa), da Força Aérea Brasileira (FAB). De acordo com o Cenipa, a comissão de investigação que apura a queda da aeronave aguarda os laudos produzidos pela Polícia Federal, pelo fabricante da aeronave, a empresa Textron Aviation, e pelo fabricante dos motores, criados pela Pratt & Whitney.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação