Nasa anuncia missão que %u201Ctocará o Sol%u201D

Nasa anuncia missão que %u201Ctocará o Sol%u201D

» Humberto Rezende
postado em 01/06/2017 00:00


A Nasa se prepara para aquela que já é apontada por alguns especialistas como a mais audaciosa de suas missões. Em 2018, a agência espacial norte-americana vai lançar uma sonda que ;tocará o Sol;, penetrando a coroa da estrela, uma região de plasma que, misteriosamente, consegue ser 300 vezes mais quente que a superfície solar, onde a temperatura ultrapassa os 5 mil graus Celsius.

Explicar esse fenômeno, por sinal, é o principal objetivo da missão, disse, em uma coletiva à imprensa transmitida pela internet, Nicola Fox, astrônoma da Universidade Johns Hopkins, em Nova York, e membro do time de cientistas envolvidos na missão. É devido a essa coroa radioativa ultra-aquecida que o Sol fornece tanta energia ao conjunto de corpos que o orbita. Entender como ela se constitui, portanto, é responder, entre tantas questões sobre o funcionamento do Universo, como a vida na Terra se tornou possível.

;Não podemos responder a essa pergunta sem irmos lá e de fato tocar o Sol. E é isso que vamos fazer;, afirmou Fox. ;Se não fizemos isso até hoje é porque não tínhamos a tecnologia necessária, mas agora a temos;, completou a cientista, antes de descrever um conjunto de tecnologias que a Nasa precisou desenvolver especialmente para a missão.

A Sonda Solar Parker, batizada em homenagem a Eugene Parker, o primeiro cientista a propor a existência dos ventos solares, contará, por exemplo, com um escudo de 11,4cm de espessura feito com um novo material à base de carbono. Esse escudo evitará que os delicados instrumentos de medição da sonda derretam. Também foram desenvolvidos painéis solares ultrarresistentes e capazes de absorver apenas a quantidade necessária de energia e toda uma estratégia para impulsionar a sonda a uma velocidade impressionante de quase 700 mil quilômetros por hora.

Os planos da Nasa são de que o lançamento ocorra entre 31 de julho e 19 de agosto. Se tudo der certo, a sonda Parker ficará a 6,3 milhões de quilômetros da superfície do Sol. Em termos astronômicos, isso é muito perto, explicou Fox. ;Se a distância entre o Sol e a Terra fosse 1m, chegaríamos a 4cm do Sol. Estaremos realmente muito, muito perto;, disse.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação