Minha terapeuta, a internet

Minha terapeuta, a internet

postado em 25/06/2017 00:00

Falta de tempo, insegurança de expor problemas íntimos cara a cara com um desconhecido, crença no inexplicável ou mera curiosidade são algumas das razões que fazem com que muita gente busque atendimentos on-line para tratar questões emocionais.

Paciente e terapeuta não se encontram, só se falam virtualmente, mas garantem que os resultados são bem reais. Quem é adepto diz que troca de mensagens mentalizações mudam mesmo o estado de espírito.

Mas profissionais mais convencionais questionam o que chamam de busca rápida e impessoal de autoconhecimento

TV+

Spoiler: amar ou odiar?


Tendência

A moda da diversidade

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação