As mesas

As mesas

postado em 25/06/2017 00:00
 (foto: Giuliano Morais/Divulgação)
(foto: Giuliano Morais/Divulgação)

A mesa principal, além do bolo supercaprichado, é ornada por objetos que trazem um diferencial ao tema. Vários brinquedos, doces e peças escolhidas cuidadosamente transformam o ambiente na atração central. É comum que elas sejam grandes e, às vezes, tenham até mais de um bolo. Mesmo cercada de objetos decorativos, porém, não deixam de ser delicadas, originais e cheias de fantasia.

Há também outras mesinhas que complementam a decoração. Nelas, muitos optam por servir pipoca, sucos e refrigerantes, como a conhecida ;estação do suco;. Outros optam por doces, como pirulitos e marshmallow, ou até mesmo as esperadas lembrancinhas. Sempre bem pensadas, elas deixam a festa ainda mais bonita e singular.

Para aqueles que procuram uma comemoração mais minimalista e intimista, existe a opção Table Craft. A ideia é usar algum móvel pessoal, como aparador, estante ou mesinha para transformá-lo em uma mesa de bolo simples, mas cheia de personalidade. ;É uma ótima saída para quem não quer gastar muito dinheiro, mas faz questão de não deixar a comemoração passar em branco;, explica a decoradora Fernanda Araújo.

Bolo

O formato dos bolos também já não é tão simples. Ele tende a ser mais alto e circular, porém, o gosto ainda é tradicional ; massa de baunilha, recheio de brigadeiro, bem molhadinho e gostoso. Sem contar que as festas infantis atuais já não ficam presas a apenas um bolo na mesa principal. O mais importante, porém, é ter a personalidade do aniversariante estampada na decoração.

A decoradora de festa e confeiteira Eleanor Portela explica que a pasta americana ainda é uma das preferidas. Se bem-feito, esse tipo de bolo valoriza a mesa e possibilita uma decoração simples, porém, repleta de detalhes. Outra opção é o bolo espatulado. Novo no mercado de festas infantis, ele é mais caseiro e manual. ;Todo mundo gosta de novidade, pois traz certo aconchego. As pessoas querem ver um bolo bonito e sentir vontade de comer quando batem os olhos.;

Quanto à decoração do bolo, ela tende a seguir o tema da festa. Mas, independentemente disso, as famílias gostam de opinar e trabalhar lado a lado da confeiteira para chegar ao bolo dos sonhos. ;Sempre peço alguma inspiração para dar sentimento ao bolo. Além disso, estou aberta a sugestões;, completa Eleanor. Há três anos no mercado de festas infantis, a decoradora e confeiteira ainda consegue se emocionar com os resultados de cada evento.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação