Porte impactante nas estradas

Porte impactante nas estradas

postado em 06/07/2017 00:00
 (foto: Fotos: Land Rover/Divulgação)
(foto: Fotos: Land Rover/Divulgação)


É impossível passar despercebido com o novo Discovery. O modelo sempre marcou presença pelo porte avantajado, mas o estilo das gerações anteriores era mais quadrado, com pouco apelo visual. Agora, o SUV impõe respeito tanto pelo tamanho, quanto pelo desenho ousado. As linhas retas, clássicas do utilitário, deram lugar a traços mais redondos e fluídos, assemelhando com o resto da família Land Rover.

Na dianteira, o conjunto óptico e as grandes entradas de ar são o destaque, as laterais são marcadas pela cintura alta e imponente. Na traseira, o gigantesco aerofólio e as lanternas, que avançam pelos lados, reafirmam o ar robusto. No interior, acabamento e materiais de excelente qualidade. Portas, painel e console são cobertos por couro e plásticos soft touch, alumínio e madeira completam o visual premium, sem falar no teto solar duplo, abrangendo quase todo o teto do carro.



Tecnologia e espaço


Outra preocupação atual das montadoras é fazer, cada vez mais, carros conectados e tecnologicamente equipados. Nisso, a Land Rover se superou no Discovery. São nove entradas USB, instaladas em todas as três fileiras de banco (o SUV tem capacidade para levar até sete adultos), e seis tomadas 12V. Praticamente todas as configurações do SUV são elétricas. Uma das poucas manuais é o rebatimento da terceira fila assentos. O ar-condicionado pode ser trizone ou quadrizone, dependendo da versão.

A tela da central multimídia tem oito polegadas na SE e 10,2 nas demais. O sistema de som Meridian varia de 10 a 14 alto-falantes. A única coisa que faltou no modelo foi opção de aquecimento/resfriamento dos bancos, no mínimo nos dianteiros. No quesito espaço, todos os ocupantes viajam com conforto, inclusive os da última fileira. São tantos porta-trecos no carro que é difícil achar coisa para colocar em todos. O porta-malas corresponde ao tamanho do carro, com as duas filas de banco rebatidas ele comporta 2.038 litros. Com apenas a terceira, são impressionantes 926 litros. Se todas estiverem em uso, ainda sobram 250 litros para bagagem.



Muito chão


Para testar toda a capacidade off-road do Discovery, a Land Rover dividiu o teste drive em duas partes, a primeira em uma trilha de cerca de 170km pelas terras paraenses e a segunda em uma pista na região de Santarém. Segundo a montadora, mesmo o trajeto contendo os mais variados tipos de terreno ; areia, cascalho, lama, travessia de riachos, valas, erosões, subidas, descidas e sem falar em trechos completamente alagados ; e de alta complexidade, não levaria o carro ao extremo, não chegaria nem próximo aos limites dele, só aproximados no trecho criado.

Como todo Land Rover, o Discovery conta com tração integral nas quatro rodas, com seleção automática e controle de reduzida. A nova geração do SUV conta com o Terrain Response 2, versão atualizada do sistema 4x4. Dentre as novidades estão o controle de descida em declives (HDC), o auxílio de partida em ladeiras, o sistema de saída gradativa, que solta o freio lentamente quando o veículo começa a se deslocar em uma inclinação e o wade sensing, sensores localizados nos retrovisores que informam em tempo real sobre a profundidade da água em relação ao veículo, utilizando a tela da central multimídia, que também mostra o trabalho da suspensão e dos eixos e nos graus de inclinação.


Ficha técnica
  • Motores: V6 3.0 de 258cv a 3.750rpm e torque de 61,1kgfm a 1.750rpm
  • Dimensões: 4.970mm de comprimento; 2.073mm de largura; 1.888mm de altura e 2.923mm de distância entre-eixos;
  • Transmissão: automática de 8 velocidades
  • Direção: elétrica
  • Porta-malas: 2.038/926/250 litros
  • Suspensão: pneumática a ar
  • Freios: a disco nas quatro rodas
  • Preço: a partir de R$ 363 mil



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação