Os desbravadores da Ilha

Os desbravadores da Ilha

Grêmio acaba com a série invicta do Flamengo em casa e retoma a vice-liderança. Bom para o Corinthians, que aumenta vantagem

postado em 14/07/2017 00:00
 (foto: Gilvan de Souza/Flamengo
)
(foto: Gilvan de Souza/Flamengo )




O Grêmio tirou o Flamengo da vice-liderança do Campeonato Brasileiro, na noite de ontem, ao bater o rubro-negro por 1 x 0, na Ilha do Urubu. O time gaúcho encerrou uma sequência de três derrotas e ainda acabou com a série invicta do adversário ; o Fla vinha de quatro vitórias em quatro jogos no estádio da Ilha do Governador.

Os comandados de Renato Gaúcho conseguiram comemorar ao fim de uma partida em que tiveram apenas quatro finalizações, ante 21 do Flamengo. Para o Corinthians, líder absoluto do campeonato, o resultado foi motivo de comemoração, pois o alvinegro conseguiu ampliar a vantagem de nove para 10 pontos.

O time gaúcho optou por segurar o jogo no meio-campo e só arriscou pela primeira vez aos 20 minutos, numa finalização fraca de Ramiro, de fora da área. A segunda investida teve bem mais consistência, graças à ajuda da defesa flamenguista. Aos 25, Luan investiu pela direita, driblou Márcio Araújo e Cuéllar e tentou tabelar com Barrios. Trauco desviou e deixou a bola nos pés do próprio Luan, que bateu no canto esquerdo do goleiro Thiago. Foi o primeiro jogo do atacante tricolor desde que o clube recusou uma proposta de transferência da Sampdoria.

Depois do gol, o Grêmio passou a jogar mais fechado, permitindo que o Flamengo partisse para o ataque. Aos 29, Everton Ribeiro arriscou de muito longe e levou perigo ao gol de Léo. Aos 42, Cuéllar tabelou com o meia e bateu com perigo; Léo defendeu. E, antes do intervalo, Everton bateu de longe e acertou o travessão.

O início do segundo tempo foi uma continuação do cenário em que o Grêmio se defendia e o Flamengo tentava impor pressão. Damião e Diego tentaram no primeiro minuto, sem sucesso. Depois, Everton e Everton Ribeiro desperdiçaram boas oportunidades aos 14 e aos 18 minutos. Foi quando o técnico Zé Ricardo promoveu a estreia de Geuvânio, finalmente regularizado, no lugar do volante Márcio Araújo.

A entrada do reforço, porém, se deu justamente no momento em que o time perdia fôlego: daí em diante, a melhor oportunidade foi do Grêmio, quando Fernandinho aproveitou bobeada de Diego e acionou Luan, que teve chance clara para marcar o segundo gol na partida. Trauco, porém, neutralizou o perigo.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação