Com a mão na massa

Com a mão na massa

postado em 14/07/2017 00:00
 (foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)
(foto: Ana Rayssa/Esp. CB/D.A Press)



Em 2008, a engenheira agrônoma Alessandra Brant opetou pela gastronomia. Foi assim que surgiu a Arca do Sabor, espaço voltado para aulas de gastronomia para crianças a partir de 4 anos. ;Essas oficinas são ótimas para estimular a criatividade e o interesse pela cozinha e pelos ingredientes;, explica.

As aulas são dadas para pequenos grupos, normalmente entre 4 e 6 crianças, (R$ 130, aula avulsa; e R$ 300, o pacote mensal com uma aula por semana). ;Tenho três pilares que são passados a cada encontro: a qualidade da matéria-prima, a qualidade da experiência que a criança terá na aula e a importância da segurança dentro da cozinha;.

Neste mês o local será sede de uma colônia de férias dedicada aos pequenos. ;É possível que o curso seja feito para um grupo fechado, nesse caso, pode-se escolher o horário e a receita ministrada;, pontua Alessandra. Para a colônia, entre as receitas que serão apresentadas estão mufim de banana, bolos diversos, pães, massa de pizza, brigadeiro e cookies.

Ao ar livre
a proposta de gastronomia informal ;pegou; de vez o chef Marcello Piucco desde o ano passado, quando ocupou as ruas de Brasília com o food truck do restaurante El Negro. Há algum tempo, ele criou um caminhão próprio com influência dos EUA, país onde morou por alguns anos. ;Já estava querendo fazer algo meu, um hambúrguer diferente. Em breve, vamos abrir também uma loja física no shopping DF Plaza, em Águas Claras;, adianta.

De pratos clássicos da Terra do Tio Sam, caso do mac n;chesse (macarrão ao molho cheddar com farofinha crocante, a R$ 15), até hambúrgueres autorais. Todas as receitas têm segredos que Piucco aprendeu enquanto habitou o solo americano.

O beef ribs (R$ 20), por exemplo, consiste em um sanduíche com disco de carne (um blend de fraldinha e costela) mais costela desfiada marinada na cerveja preta com cebola caramelizada na mesma bebida. Por fim, maionese picante de jalapeño. ;A diferença no nosso hambúrguer é a espessura da carne. Fazemos o disco mais fino para caramelizar melhor os sabores, que ficam muito mais pronunciados. Essa é uma tendência que está em alta em Nova York;, explica.

Fugir da cidade...
sem sair dela
situado no Jardim Botânico, o restaurante Casa de Madeira é como um oásis na cidade grande. Cercado de verde e com decoração rústica, o espaço está com um novo chef há duas semanas. Rafael Urdaneda assumiu as caçarolas com a missão de revitalizar o menu e fazê-lo conversar com a estética do local, bucólica e tranquila.

Um dos pratos que têm causado burburinho é o picadinho de filé-mignon ao molho gorgonzola (R$ 43). Servido dentro de uma panhoca, pode ser dividido por três ou quatro pessoas. ;A combinação é perfeita para as noites frias. O picadinho pedia uma complexidade no molho e no cuidado com o próprio filé, que recebe um fundo de carne;, garante o chef, que passeia por uma cozinha tradicional com influência de técnicas e sabores europeus.

Essa proposta fica constatada em receitas como o carré de cordeiro assado com alecrim, que vem à mesa na companhia de risoto de peras e creme de gorgonzola mais molho de hortelã (R$ 59).



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação