Sábado com acidentes graves

Sábado com acidentes graves

Três colisões deixam cinco feridos no DF. Em pelo menos um caso, o condutor estava alcoolizado

Adriana Bernardes
postado em 06/08/2017 00:00
 (foto: PMDF/Divulgação
)
(foto: PMDF/Divulgação )


O desrespeito às leis de trânsito deixou pelo menos cinco vítimas, uma dela em estado gravíssimo. Em Taguatinga Norte, um motorista dirigia alcoolizado e se envolveu em um acidente com moto. Em outro caso, na DF-001, uma jovem de 16 anos, portanto, sem permissão para dirigir, capotou o carro. Também na DF-001, próximo ao restaurante rural Buriti Alegre, três veículos se envolveram em uma colisão, sendo que dois deles bateram de frente.

O ladrilheiro Valdomiro Costa da Silva, 40 anos, teve o trajeto do trabalho interrompido por volta das 7h30 de ontem. Ele seguia em uma motocicleta, envolveu-se em um acidente e entrou em coma. O outro veículo era conduzido por Américo Alves de Abreu, 34. O teste do bafômetro acusou a presença de 0,48 miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões de Américo. Como o índice é considerado crime, segundo o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ele foi levado para a delegacia. Valdomiro teve de ser entubado e, até o fechamento desta edição, aguardava transferência do Hospital Regional de Ceilândia para o Hospital de Base, referência em trauma no DF.

As circunstâncias do acidente são apuradas pela 12; Delegacia de Polícia (Taguatinga). Consta na ocorrência que o condutor do carro foi autuado por embriaguez ao volante e por lesão corporal culposa na direção de veículo automotor. Como a soma das penas ultrapassa quatro anos, a delegada de plantão não fixou fiança.

Os policiais militares que atenderam o acidente relataram que, durante a abordagem ao condutor, perceberam que ele ;apresentava visíveis sintomas de embriaguez, como sonolência, hálito etílico, andar cambaleante e fala desconexa;. De acordo com a assessoria de comunicação da PM, Américo teria confessado aos policiais ter bebido uma lata de cerveja, por volta das 2h30, na casa da namorada. Acordou com fome, saiu para comprar um lanche e se envolveu na colisão. A delegada que o ouviu, no entanto, disse que o depoimento foi tomado por volta das 11h30, oito horas após ele ter ingerido a lata de cerveja, e, ainda assim, o condutor apresentava fortes sinais de embriaguez.

Segundo a Divisão de Comunicação da Polícia Civil, a versão foi repetida em depoimento. Américo disse ter tomado apenas uma latinha de cerveja e foi dormir. Por volta das 6h, saiu para comer. No momento em que fazia um balão, segundo o autor, a moto colidiu na traseira do carro dele.

Sem habilitação
No Recanto das Emas, uma jovem de 16 anos pegou o carro do tio, de 51, para dar uma volta no quarteirão. Em vez disso, foi até Samambaia buscar quatro amigos. Na volta para casa, perdeu o controle do veículo na DF-001, perto da Academia de Polícia, e capotou. Dois ocupantes ficaram feridos. Os outros três recusaram atendimento.

De acordo com a Divisão de Comunicação da Polícia Civil, o caso é apurado pela 27; Delegacia de Polícia (Recanto das Emas). Na unidade policial, a jovem afirmou que o tio sempre permite que ela pegue o carro. Ela fez o teste do bafômetro, e o resultado deu negativo para alcoolemia. A jovem responderá por ato infracional análogo à condução não habilitada de veículo automotor e pela lesão corporal culposa.

Por volta das 11h, três veículos se envolveram em uma colisão próximo ao restaurante Buriti Alegre. Todas as vítimas ficaram presas às ferragens. Uma delas necessitou de transporte de helicóptero para o Hospital de Base do DF. Ele estava desorientado e com dores no tórax. Os outros dois condutores foram levados para o Hospital Regional do Guará.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação