>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

>> DEU no www.correiobraziliense.com.br

postado em 09/08/2017 00:00
Doceira é condenada

A doceira Margareth Aparecida Marcondes foi condenada a 30 anos e três meses de prisão por tentativa de homicídio contra a adolescente Thalyta Teminski e mais três pessoas em 2012. Contratada para fazer doces para a festa de 15 anos de Thalyta, Margareth gastou o dinheiro sem ter feito o serviço. Daí surgiu a ideia de enviar bombons envenenados à família. As jovens comeram e passaram mal. Thalyta chegou a ficar oito dias na UTI e sofreu duas paradas cardíacas. A defesa pedirá a nulidade da sentença.

Baleado mentor do assalto ao BC

Um dos mentores do assalto ao caixa-forte da agência do Banco Central de Fortaleza, Antônio Jussivan Alves dos Santos, o Alemão, foi baleado na madrugada de ontem, numa tentativa de fuga do presídio de Pacatuba, na região metropolitana de Fortaleza. Alemão tentou fugir com presos do Primeiro Comando da Capital (PCC), quando o grupo foi dominado por policiais. Houve troca de tiros. Ele e outros quatro detentos acabaram sendo atingidos. Eles foram levados ao hospital. Pelo assalto ao BC de Fortaleza, Alemão foi condenado a 40 anos de prisão e já cumpriu uma década.

Presos 53 ligados ao PCC

Uma operação do Ministério Público de Minas Gerais e da PM prendeu ontem 28 integrantes do PCC em cinco cidades do estado. Durante as investigações, mais 25 detenções foram realizadas, totalizando 53. Foram apreendidos maconha, cocaína, crack, armas de fogo, munição e explosivos. Segundo o MP, o grupo explodia caixas eletrônicos, roubava casas e carros, praticava homicídios e traficava drogas, além de vender armas, munições e explosivos. O grupo era comandado por detentos da Penitenciária de Três Corações.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação