Covardia e rotina

Covardia e rotina

O caso de um rapaz acusado de jogar a namorada nas rodas de um caminhão na EPTG aumenta as estatísticas de barbáries contra a mulher

THIAGO SOARES
postado em 18/08/2017 00:00
No Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), uma mulher que ainda não teve a identidade revelada está à beira da morte. A jovem faz parte de uma estatítisca revoltante ligada à tentativa de femincídio. Na madrugada de ontem, ela foi atropelada depois de ser jogada pelo namorado contra contra um caminhão que trafegava no sentido Plano Piloto;Estrada Parque Taguatinga (EPTG). Depois do crime, Lucas Ribeiro Bragança, 21 anos, saiu correndo, mas foi capturado pelos ocupantes do veículo. Até o fechamento desta edição, ele estava preso na carceragem do Departamento de Polícia Especializada (DPE) da Polícia Civil. Apenas neste ano, de janeiro a junho, 35 mulheres sofreram tentativas de assassinato. Um acréscimo de 288,9% desse tipo de crime se comparado ao mesmo período do ano passado, em que 9 foram vítimas.

A tragédia de ontem ocorreu por volta da 1h da manhã, quando o caminhão de coleta de lixo do Serviço de Limpeza Urbana (SLU) se dirigia para o centro de distribuição na Cidade Estrutural. Essa seria a última viagem, mas os trabalhadores acabaram surpreendidos com o fato. O motorista, ainda a uma certa distância, percebeu que um casal discutia no canteiro próximo à pista. ;Pela gesticulação dava para notar que eles brigavam;, relata o condutor, que trafegava a menos de 60km/h. Ao chegar mais próximo, o motorista levou um susto. ;Percebi que ele foi para trás da moça. Em questão de segundos, o homem a arremessou contra o caminhão. Tentei desviar e não foi suficiente. Ela se machucou. Eu desci pra socorrer. Fiquei em choque com a situação;, destacou.

Depois disso, o acusado seguiu em fuga. Entrou correndo em um supermercado que estava em funcionamento. ;Ele chegou falando que alguém estava querendo assaltá-lo. Só que depois dois homens entraram contando o que ele tinha feito;, detalhou um funcionário do estabelecimento. Algumas pessoas tentaram agredir Lucas, porém, os atendentes e caixas da loja impediram a ação. ;O rapaz estava bem transtornado. Não dava para saber se ele tinha apenas bebido ou talvez consumido alguma droga;, contou. No momento havia alguns clientes na supermercado, que ficaram assustados com a situação. A Polícia Militar chegou ao local em pouco menos de 10 minutos. A mulher foi levada com urgência pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital de Base.

Investigações
Para a Polícia Civil, não há dúvidas em relação ao caso. Lucas foi autuado por tentativa de feminicídio. Os investigadores não conseguiram identificar a vítima, uma vez que ela não possuía nenhum documento. Além disso, nenhum familiar havia comparecido ao hospital até o fechamento desta edição. ;Estamos acompanhando o estado da vítima. A última informação que tivemos é que o estado de saúde dela ainda é considerado gravíssimo. Ela teve perda de massa encefálica e, caso sobreviva, o braço direito pode ser amputado;, revelou Paulo Henrique Almeida, delegado adjunto da 12; Delegacia de Polícia (Taguatinga Centro).





Vergonha

Tentativas de feminicídio

Região 2016 2017

Ceilândia 1 8
Samambaia 2 4
Gama 0 3
Santa Maria 0 3
Recanto das Emas 2 3
Planaltina 0 2
São Sebastião 2 2
Sobradinho 0 2
Taguatinga 1 2
Águas Claras 0 1
Itapoã 0 1
Fercal 0 1
Estrutural 0 1
Lago Norte 0 1
Guará 0 1
Jardim Botânico 1 0





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação