Depoimentos hoje na PGR

Depoimentos hoje na PGR

postado em 07/09/2017 00:00
 (foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)
(foto: Rovena Rosa/Agência Brasil)


O Ministério Público Federal (MPF) vai reagir juridicamente às novas revelações envolvendo os executivos da JBS. Os delatores Joesley Batista e Ricardo Saud vão prestar depoimento hoje de manhã, na Procuradoria-Geral da República, em Brasília. Além deles, o ex-procurador Marcelo Miller também deve ser ouvido ; em data ainda a ser divulgada. Os procuradores querem saber quais são as explicações para as afirmações polêmicas no áudio entregue pelos advogados da empresa.

Entre as declarações que estão na gravação, a que mais incomoda o Ministério Público é o trecho em que Joesley diz que não ;pode delatar 200 políticos de uma só vez;. A intenção do procurador Rodrigo Janot é analisar qual será o impacto destas novas provas para o acordo que já foi fechado. Marcelo Miller não participou da conversa, no entanto, é citado como alguém que poderia atuar em favor dos delatores na Procuradoria-Geral da República (PGR).

A decisão de manter sob sigilo a informação sobre os depoimentos é comum em casos como esse, que podem afetar diretamente a imagem do MP perante a sociedade. As revelações abalaram procuradores e ocorrem poucos dias antes de Janot deixar o cargo de chefe do Ministério Público. O depoimento será fundamental para decidir sobre os próximos passos da investigação. Os depoimentos serão prestados na sede da PGR, no Setor de Administração Federal Sul, em Brasília

Marcelo Miller, que pediu demissão do Ministério Público Federal em março, vai voltar ao órgão após todas as polêmicas nas quais está envolvido. Lá, ele vai se deparar com antigos colegas, que, por conta da confiança que tinham em seu trabalho, custaram a acreditar nas denúncias. Miller nega ter usado sua influência para acelerar acordos de delação. Em nota, a assessoria da JBS destacou que a conversa dos executivos ;não tem compromisso com a realidade;. (RS)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação