grita geral

grita geral

postado em 17/09/2017 00:00

Águas Claras
Faltam calçadas


A leitora Marcela Brum, 36 anos, reclama da falta de calçadas em Águas Claras. Ela conta que, por causa dos terrenos vazios e obras, a fiscalização não cobra a construção dessas calçadas. ;Acaba que em vários lugares o pedestre tem que dividir a pista com os carros. Eu moro há quatro anos aqui e desde sempre isso me incomoda. Em uma cidade desse tamanho, é um absurdo faltar calçada;, explica a nutricionista, que pede uma solução.

; A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) informou que há um processo licitatório em andamento para contratação das obras de construção de calçadas em todo o DF. Atualmente, o processo está em análise no TCDF. O investimento total deverá ser de R$ 54 milhões, a serem aplicados conforme as prioridades e a disponibilidade de recursos. A assinatura dos contratos dos 14 lotes constantes da licitação vai garantir a execução de obras prioritárias e urgentes em diversas regiões administrativas do Distrito Federal. A Administração Regional de Águas Claras informa que a previsão é de que a região seja contemplada com aproximadamente 20 mil m;, em locais considerados prioritários.

Santa Maria
Problemas com passe livre

A leitora Kátia Regina, 40 anos, reclama da demora para conseguir agendar uma consulta para que o marido, que é cego, consiga o laudo médico para provar que é deficiente e conseguir ter acesso ao passe livre especial. ;Meu marido mora em Brasília há quatro anos. Assim que ele chegou aqui, eu solicitei a consulta e ele foi colocado na fila de espera. O problema é que nunca há vagas. Não sei o que fazer, pois, para retirar o passe, não aceitam atestado de clínicas particulares, nem o laudo de São Paulo;, desabafa a auxiliar de serviços gerais, que cobra uma explicação e solução.

; A Secretaria do Trabalho, Desenvolvimento Social, Mulheres, Igualdade Racial e Direitos Humanos (Sedestmidh) informou que a Estação da Cidadania, situada no metrô da 112 Sul, só pode receber atestado médico para concessão de passe livre se for do DF e médico que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A pasta alegou que não existe fila de espera para consultas nas Unidades Básicas de Saúde, mas ressalta que o procedimento de obtenção de Passe Livre necessita avaliação de profissional oftalmo. Esse atendimento é controlado pelo Sistema de Regulação, que obedece a uma classificação de risco.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação