Flamengo e Ponte buscam calma

Flamengo e Ponte buscam calma

postado em 02/10/2017 00:00



O Flamengo enfrentará a Ponte Preta hoje, às 20h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, com a missão de se reabilitar no Campeonato Brasileiro em um dos momentos mais delicados para o clube rubro-negro na temporada. A perda do título da Copa do Brasil desencadeou uma onda negativa no ambiente do grupo. Parte da torcida flamenguista não tolerou mais um fracasso na temporada ; o time já havia sido eliminado na fase de grupos da Copa Libertadores ; e passou a criticar alguns jogadores, especialmente o meia Diego e o goleiro Alex Muralha, devido às cobranças de pênaltis no jogo realizado no Mineirão, em Belo Horizonte.

A reação dos torcedores não foi bem assimilada pelo time e pela comissão técnica do Flamengo. O técnico Reinaldo Rueda, em entrevista coletiva, questionou as cobranças da forma como foram feitas e pediu respeito aos jogadores. ;Parece ser um desgaste desnecessário. Somos todos uma família e vivemos para o futebol. Técnicos, jornalistas, juízes. Temos que nos respeitar. Não podemos reduzir 90 minutos de futebol em duas situações: Diego e Muralha. É muito triste;, frisou Rueda.

A Ponte Preta encara o jogo contra o Flamengo como uma das 13 decisões que ainda fará no Campeonato Brasileiro. O técnico Eduardo Baptista aceitou o desafio de manter o time na elite em 2018, apesar da irregularidade que vinha mostrando com seu antecessor, o técnico Gilson Kleina. Mas a semana foi tensa porque a derrota, no domingo passado, para a Chapecoense, atirou o time paulista pela primeira vez dentro da zona do rebaixamento, com 28 pontos. A recepção da torcida foi agressiva. Houve intimidações, ameaças e agressões e um Boletim de Ocorrência (BO) registrado.




;Parece ser um desgaste desnecessário. Somos todos uma família e vivemos para o futebol. Técnicos, jornalistas, juízes. Temos que nos respeitar;

Reinaldo Rueda, técnico do Flamengo




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação