OMS tenta frear uso de antibióticos em animais

OMS tenta frear uso de antibióticos em animais

postado em 08/11/2017 00:00
Em campanha declarada contra a resistência dos micróbios aos antibióticos, a Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou novas diretrizes para o uso desses medicamentos em animais. A recomendação é de que bichos saudáveis não sejam expostos a essas substâncias. ;Eles só devem receber antibióticos para prevenir uma doença diagnosticada em outros animais do mesmo rebanho, criadouro ou população, no caso dos peixes;, orienta o documento.

A intenção da OMS é, com as novas medidas, ;preservar a eficácia dos antibióticos importantes para a medicina humana, reduzindo seus usos inúteis em animais;. A recomendação, segundo a agência, tem como base dezenas de relatórios de especialistas, incluindo um estudo divulgado também ontem na revista médica The Lancet. Após analisar 181 estudos, Karen L Tang, da Universidade de Calgary, no Canadá, e colegas concluíram que a restrição do uso de antibióticos em animais de criação destinados à alimentação humana reduz em até 39% a presença de bactérias resistentes a medicamentos em animais.

;A falta de antibióticos eficazes é uma ameaça para a segurança sanitária tão grave quanto uma súbita epidemia de uma doença mortal;, alertou o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus. Para substituir os antibióticos em situações veterinárias, a agência propõe melhorar a higiene e a utilização de vacinas e a modificação de práticas de alojamento e criação dos animais. No caso dos bichos doentes, a orientação é usar substâncias listadas pela agência como as ;menos importantes; para a saúde humana.





Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação