Retorno sem brilho à Série A

Retorno sem brilho à Série A

O Internacional faz partida ruim contra o Oeste, na casa do adversário, mas empate sem gols garante a volta do colorado à elite

postado em 15/11/2017 00:00
 (foto: Ricardo Duarte/Internacional F.C
)
(foto: Ricardo Duarte/Internacional F.C )





Num jogo monótono, o Internacional carimbou a vaga de volta à elite do futebol nacional. O time gaúcho segurou um empate sem gols contra o Oeste, ontem, na Arena Barueri (SP), e garantiu matematicamente o retorno para a Série A. O colorado é o segundo clube a subir para a primeira divisão, já que, no fim de semana passado, o América-MG também se classificou.

Faltando duas rodadas para o término da segunda divisão, o Inter alcançou 65 pontos, segue sendo vice-líder na classificação e não tem mais como ser ultrapassado pelo quinto colocado, o Londrina. O time de Barueri está com 58 pontos e depende de resultados paralelos para seguir sonhando com o acesso.

O técnico interino Odair Hellmann teve muitos desfalques para o duelo. O meia D;Alessandro cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Além dele, o centroavante Leandro Damião e o zagueiro Danilo Silva sentiram desconforto muscular e ficaram fora. Com isso, o treinador escalou William Pottker como o atacante de referência e colocou o chileno Felipe Gutiérrez e o meia Camilo no meio de campo. Na defesa, os jovens Léo Ortiz e Thales formaram a dupla de zaga.

Depois da partida, o volante Rodrigo Dourado minimizou a partida ruim do colorado. ;Sabíamos que seria um jogo difícil. Estamos vindo de tropeços, mas o importante é o objetivo conquistado. Estou feliz. Todos estão de parabéns;, festejou. ;No campeonato todo, merecemos essa vaga. Podemos buscar o título também. Temos dois jogos;, emendou.

O goleiro Danilo Fernandes, por sua vez, fez o alerta: ;Esta camisa é muito pesada. Vamos ter de voltar com muito mais força agora, brigando por títulos e coisas maiores. Representamos um campeão mundial;, pregou. Ele destacou a jornada complicada do clube. ;Foi um ano difícil. Sofremos muito, mais do que deveríamos. Era mais do que nossa obrigação o acesso. O time está de parabéns pela partida que fez, até certo ponto controlada. O Oeste veio para o tudo ou nada, e nós soubemos nos controlar.;

O lateral Cláudio Winck também comentou sobre as dificuldades na temporada. ;Sofremos muitas críticas, houve troca de treinadores, mas conseguimos superar;, ressaltou. ;Conseguimos o primeiro objetivo. Agora, buscaremos o título.;

Nas duas últimas rodadas da segundona, o Inter enfrentará o Goiás, fora de casa, no sábado; e o Guarani, dia 25, no Estádio Beira-Rio.




;Foi um ano difícil. Sofremos muito, mais do que deveríamos. Era mais do que nossa obrigação o acesso;

Danilo Fernandes, goleiro do colorado




Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação